Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Paciente assintomático com resultados anormais de exames laboratoriais

Por

Steven K. Herrine

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última modificação do conteúdo fev 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

Uma vez que os níveis de aminotransferases e fosfatase alcalina são muitas vezes incluídos na coleta de exames laboratoriais de rotina, alterações são algumas vezes detectadas em pacientes sem qualquer sinal ou sintoma de doença hepática. Para esses pacientes, o médico deve fazer uma anamnese detalhada que inclua exposição a possíveis substâncias tóxicas ao fígado, como álcool, drogas lícitas ou ilícitas, chás de ervas, fitoterápicos e exposições a agentes químicos e ocupacionais.

Aminotransferases

Elevações discretas de ALT e AST (< 2 vezes o normal) podem requerer apenas repetição dos exames; desaparecem de maneira espontânea em um terço dos casos. Se as alterações laboratoriais ocorrerem em outros exames, se forem intensas ou persistirem em exames subsequentes, deve-se realizar investigação conforme indicado a seguir:

Se a investigação completa não revelar indícios de causa, pode-se realizar uma biópsia hepática.

Fostafase alcalina

Elevação isolada de fosfatase alcalina em um paciente assintomático requer confirmação da origem hepática dessa enzima, pela dosagem de 5’-nucleotidase ou GGT. Se confirmada a origem hepática dessa enzima, indica-se a realização de exames de imagem do fígado com ultrassonografia ou colangiopancreatografia por ressonância magnética. Se não forem encontradas alterações estruturais nos exames de imagem, pode-se considerar a possibilidade de colestase intra-hepática e deve-se realizar investigação de possíveis exposições a fármacos ou toxinas. Doenças infiltrativas ou metástases hepáticas (p. ex., de tumores colorretais) também devem ser lembradas. Nas mulheres, dosar os níveis séricos de anticorpos antimitocondriais para avaliar colangite biliar primária. Elevações persistentes não explicadas ou suspeitas de colestase intra-hepática garantem a indicação de biópsia hepática.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS