Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Fibroxantoma atípico

Por

Gregory L. Wells

, MD,

  • Assistant Professor of Dermatology
  • Idaho College of Osteopathic Medicine
  • Lab Director and Partner
  • Ada West Dermatology and Dermatopathology

Última modificação do conteúdo mar 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Fibroxantoma atípico é um sarcoma de baixo grau da pele.

Fibroxantomas atípicos são raros entre os tipos de pele não melanoma. Ocorrem mais comumente na cabeça e no pescoço de pacientes idosos. Eles parecem semelhantes a outros tipos de câncer de pele não melanomas, como pápulas ou nódulos de pele não cicatrizantes ou sensíveis de cor rosa-vermelho.

O diagnóstico do fibroxantoma atípico é feito por biópsia.

Tumores são excisados, ou cirurgia micrográfica de Mohs — na qual as bordas dos tecidos são progressivamente excisadas até que as amostras estejam livres de tumor (como determinado por exame microscópico durante a cirurgia) — é realizada se clinicamente apropriado. Metástases são incomuns.

Prevenção

Como fibroxantomas atípicos parecem estar relacionados com exposição a raios UV, algumas medidas são recomendáveis para limitar a exposição.

  • Evitar o sol: procurar a sombra, diminuir as atividades fora de casa das 10 h às 16 h (quando os raios solares são mais intensos) e evitar banhos de sol e câmaras de ultravioleta.

  • Usar roupas protetoras: camisas de manga longa, calças compridas e chapéus de aba larga.

  • Uso de fotoprotetores: pelo menos com FPS 30 com proteção UVA/UBV de amplo espectro, usado diretamente (reaplicados a cada 2 horas e depois de nadar ou suar); não deve ser usado para exposição solar prolongada.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS