Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Epididimite e orquiepididimite

Por

Patrick J. Shenot

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Epididimite é a inflamação do epidídimo (o tubo espiralado no alto do testículo que fornece o espaço e o ambiente para o esperma amadurecer), e orquiepididimite é a inflamação do epidídimo e dos testículos.

  • Os homens podem apresentar inchaço, sensibilidade ao toque ou dor.

  • A epididimite e a orquiepididimite são diagnosticadas por exame físico, exame de urina e, às vezes, por ultrassonografia com Doppler.

  • O tratamento inclui antibióticos por via oral, repouso no leito, analgésicos e aplicação de bolsas de gelo sobre o escroto.

A epididimite e a orquiepididimite são normalmente causadas por uma infecção bacteriana. A infecção pode ser consequência de cirurgia, da inserção de cateter na bexiga ou da disseminação de infecções de outra parte do trato urinário. Às vezes, a causa é uma doença sexualmente transmissível. Causas raras incluem a infecção por determinados vírus ou fungos.

Às vezes, não há infecção alguma. Nesses casos, os médicos acreditam que o epidídimo se torna inflamado pelo fluxo reverso de urina no epidídimo, talvez por causa de esforço (como quando os homens levantam algo muito pesado).

Sintomas

Os sintomas da epididimite e da orquiepididimite incluem:

  • Inchaço e sensibilidade ao toque na área afetada

  • Líquido ao redor dos testículos (hidrocele)

  • Febre (em algumas ocasiões)

A dor pode se tornar constante e grave. Se a causa for uma doença sexualmente transmissível, pode haver secreção. Raramente, forma-se um abscesso (acúmulo de pus) sob a forma de nódulo mole no escroto.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Urinálise

A epididimite e a orquiepididimite são diagnosticadas por meio de exame físico e exame de urina. Às vezes, é utilizada ultrassonografia com Doppler para avaliar o fluxo sanguíneo nos testículos.

Tratamento

  • Antibióticos

  • Repouso no leito

  • Medidas para aliviar a dor

A epididimite e a orquiepididimite são normalmente tratadas com antibióticos por via oral, repouso no leito, analgésicos e aplicação de bolsas de gelo sobre o escroto. A imobilização do escroto por meio de suporte atlético diminui a dor provocada por pequenas protuberâncias recorrentes.

Os abscessos requerem geralmente drenagem cirúrgica.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Hiperplasia prostática benigna
Vídeo
Hiperplasia prostática benigna
A próstata é uma glândula pequena e arredondada do sistema reprodutor masculino que fica localizada...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema reprodutor masculino
Modelo 3D
Sistema reprodutor masculino

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS