Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Diminuição da libido em homens

Por

Irvin H. Hirsch

, MD, Sidney Kimmel Medical College of Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa jun 2019| Última modificação do conteúdo jun 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A diminuição da libido é uma redução no impulso sexual.

  • As possíveis causas incluem fatores psicológicos (como depressão, ansiedade ou problemas de relacionamento), medicamentos e baixa concentração de testosterona no sangue.

  • Dependendo da causa, é possível que o médico sugira aconselhamento psicológico, receite um medicamento diferente ou recomende terapia de suplementação de testosterona

O impulso sexual (libido) varia muito entre os homens e pode diminuir temporariamente por condições como a fadiga ou ansiedade. A libido também tende a diminuir gradualmente à medida que o homem envelhece. Uma libido persistentemente baixa pode causar sofrimento a um casal.

Ocasionalmente, a libido baixa pode ser um problema ao longo da vida resultante de experiências sexuais traumáticas na infância ou de supressão de pensamentos sexuais aprendida. No entanto, na maioria das vezes, a libido baixa se desenvolve depois de anos de desejo sexual normal. Fatores psicológicos, tais como depressão, ansiedade e problemas de relacionamento, são muitas vezes a causa. A doença renal crônica pode causar a diminuição da libido. Alguns medicamentos (por exemplo, aqueles utilizados para o tratamento da depressão, ansiedade ou câncer da próstata avançado) podem diminuir a concentração de testosterona no sangue e também a libido.

Quando a libido diminui, os homens têm menos pensamentos e fantasias sexuais e menos interesse em sexo e eles mantêm relações sexuais com menos frequência. Mesmo a estimulação sexual por imagens, palavras ou toque podem falhar em causar interesse. Homens com libido baixa muitas vezes mantêm a capacidade para a função sexual e às vezes podem continuar a empenhar-se na atividade sexual para satisfazer sua parceira ou parceiro sexual.

Um exame de sangue consegue medir a concentração de testosterona no sangue. O diagnóstico de testosterona baixa (um quadro clínico denominado hipogonadismo) baseia-se tanto na descrição do homem de seus sintomas quanto no fato de que sua concentração de testosterona no sangue está baixa.

Tratamento

  • Aconselhamento

  • Às vezes suplementos de testosterona

Se a causa for psicológica, várias terapias psicológicas, incluindo terapias comportamentais, podem ajudar. O aconselhamento pode ajudar os casais a resolverem problemas de relacionamento. Os homens também devem entender o papel do estresse e seu impacto sobre a função física.

Se a concentração de testosterona estiver baixa, testosterona suplementar pode ser administrada sob a forma de um adesivo ou gel aplicado à pele, ou na forma de injeção. Antigamente se acreditava que esses tratamentos podiam aumentar levemente o risco de ter ataque cardíaco ou AVC. Contudo, a maioria dos estudos não confirmou esses achados. Não se recomenda tomar testosterona suplementar salvo quando a concentração sanguínea de testosterona do homem estiver baixa. Se um medicamento parecer ser a causa da baixa concentração de testosterona, é possível que o médico cogite tratar o homem com um medicamento diferente.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Visão geral do sistema reprodutor masculino
Vídeo
Visão geral do sistema reprodutor masculino
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema reprodutor masculino
Modelo 3D
Sistema reprodutor masculino

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS