Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Listeriose em recém-nascidos

Por

Brenda L. Tesini

, MD, University of Rochester School of Medicine and Dentistry

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A listeriose é uma infecção causada pela bactéria Gram-positiva Listeria monocytogenes.

  • A listeriose em recém-nascidos pode ser adquirida no útero ou durante ou após o parto.

  • Os sintomas variam, mas podem incluir apatia e problemas de alimentação.

  • O diagnóstico é confirmado pela identificação da bactéria em uma amostra de sangue ou outro material colhido do recém-nascido e da mãe.

  • Alguns recém-nascidos morrem devido à infecção.

  • Mulheres grávidas devem evitar certos alimentos e lavar, adequadamente, suas mãos e equipamento de cozinha após manusear alimentos não cozidos.

  • Antibióticos podem curar a infecção.

A bactéria Listeria monocytogenes reside no intestino de pessoas e de muitos animais em todo o mundo. Ao contrário de muitos outros organismos, ele sobrevive bem em temperaturas de refrigerador.

Mulheres grávidas podem ser infectadas se comerem alimentos contaminados. Esses alimentos incluem laticínios não pasteurizados, queijos macios, verduras cruas, carnes frias preparadas e saladas, patês de carne refrigerados ou frutos do mar defumados. Fetos são infectadas se Listeria monocytogenes atravessar a placenta (o órgão que fornece nutrição ao feto) durante a gravidez. Recém-nascidos são infectados durante ou após o parto.

Sintomas

Gestantes com listeriose podem não ter nenhum sintoma ou podem apresentar sintomas semelhantes a uma gripe (por exemplo, calafrios, febre e dores musculares).

Em fetos e recém-nascidos, os sintomas de listeriose são como aqueles da sepse (uma infecção no sangue) e incluem apatia e problemas de alimentação. Os sintomas podem aparecer dentro de horas ou dias do nascimento (chamado início precoce) ou podem aparecer apenas após várias semanas (chamado início tardio). Recém-nascidos com sintomas que aparecem precocemente têm, frequentemente, baixo peso ao nascimento, problemas no parto, e sintomas de sepse logo após o nascimento. Recém-nascidos com sintomas tardios, em geral nasceram a termo e são inicialmente saudáveis, mas depois desenvolvem meningite (uma infecção cerebral) ou sepse.

Outras complicações comuns da listeriose incluem aborto espontâneo, parto prematuro com infecção intra-amniótica e natimorto.

Diagnóstico

  • Exames de sangue e de outros fluidos coletados de mulheres grávidas e recém-nascidos

Em mulheres grávidas com febre, amostras de sangue, material do colo uterino, e líquido amniótico podem ser removidos e examinados para Listeria monocytogenes.

Se um recém-nascido estiver doente, amostras de sangue e de líquido cefalorraquidiano (obtidos com uma punção lombar – consulte a figura Como é feita uma punção lombar) são coletadas e examinadas para detectar a presença de Listeria monocytogenes. Se um recém-nascido está doente e a mãe definitivamente teve listeriose, amostras de sangue e líquido cefalorraquidiano, além de líquido do estômago, mecônio (material fecal produzido no intestino antes do nascimento) e tecidos infectados, também são coletadas e examinadas para detectar a Listeria monocytogenes.

As amostras são enviadas para um laboratório para cultivar as bactérias ou para realizar o teste de reação em cadeia da polimerase (PCR). O teste de PCR procura por material genético da bactéria e permite que os médicos identifiquem bactérias rapidamente. Identificar a bactéria em uma amostra confirma o diagnóstico.

Prognóstico

Cerca de 10% a 50% dos recém-nascidos com listeriose morrem. A taxa de mortalidade é maior em recém-nascidos com listeriose de início precoce.

Prevenção

Gestantes devem evitar tipos de alimentos com maior probabilidade de estarem contaminados com Listeria monocytogenes. Alimentos a serem evitados incluem laticínios não pasteurizados, queijos macios, verduras cruas, carnes frias preparadas e saladas, patês de carne refrigerados ou frutos do mar defumados. O manuseio adequado dos alimentos, em especial, separando carnes não cozidas de outros itens durante a preparação, e lavando as mãos, utensílios e tábuas de corte depois de manusear alimentos não cozidos são fundamentais.

Em caso de diagnóstico de listeriose durante a gravidez, os médicos podem tratar as gestantes antes ou durante o parto com antibióticos para ajudar a prevenir sua transmissão, mas a utilidade desse tratamento não foi comprovada.

Tratamento

  • Antibióticos

Os recém-nascidos recebem o antibiótico ampicilina associado a outro antibiótico da classe de medicamentos chamada aminoglicosídeos. Os recém-nascidos que também têm sepse precisam de antibióticos e outros tratamentos.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS