Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Lábio leporino e fenda palatina

Por

Simeon A. Boyadjiev Boyd

, MD, University of California, Davis

Última revisão/alteração completa set 2017| Última modificação do conteúdo out 2017
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Os defeitos congênitos mais comuns que afetam o crânio e a face são o lábio leporino (também chamado fenda labial) e a fenda palatina, afetando um entre cada 700 bebês.

  • O lábio leporino é uma separação do lábio superior, normalmente logo abaixo do nariz.

  • A fenda palatina é uma abertura na parte superior do céu boca (o palato) que causa uma abertura anômala para dentro do nariz.

O lábio leporino e a fenda palatina frequentemente ocorrem ao mesmo tempo.

Tanto fatores ambientais como genéticos podem estar envolvidos na formação de lábio leporino ou fenda palatina. O consumo de tabaco, bebidas alcoólicas ou outras drogas durante a gestação pode aumentar o risco de ter um bebê com lábio leporino ou fenda palatina. Ter tido um filho com lábio leporino ou fenda palatina aumenta o risco de ter um segundo filho com esse tipo de defeito congênito.

Lábio leporino e fenda palatina: Defeitos da face

Lábio leporino e fenda palatina: Defeitos da face

O lábio leporino desfigura o bebê e o impede de fechar os lábios enquanto suga o mamilo. A fenda palatina interfere com a alimentação e a fala e aumenta o risco de infecções de ouvido. Há várias alternativas disponíveis para ajudar os bebês a comer melhor, dependendo da deformidade. Essas alternativas incluem a utilização de bicos de mamadeira com desenho especial, um aparelho ortodôntico que consegue lacrar temporariamente o céu da boca para que o bebê consiga sugar melhor, um tipo de aparelho de alimentação que pode ser apertado para administrar a fórmula láctea e um palato artificial que pode ser encaixado na parte superior do céu da boca do bebê.

O lábio leporino e a fenda palatina podem ser corrigidos com cirurgia. A época de realização da cirurgia depende da deformidade e do bebê. No caso de fenda palatina, um procedimento de duas etapas costuma ser feito. No caso do lábio leporino, o nariz e o palato mole (a parte macia na região posterior do palato) são reparados com 3 a 6 meses de idade. Depois disso, o palato duro (a parte rígida e sulcada na região anterior do palato) é reparado com 15 a 18 meses de idade. Tratamento odontológico e ortodôntico, fonoaudiologia e aconselhamento podem ser necessários quando a criança for mais velha.

A probabilidade de ocorrer lábio leporino e fenda palatina pode ser reduzida se a mãe tomar folato (ácido fólico) antes da gravidez e durante o primeiro trimestre de gestação.

Uma vez que genes anômalos podem estar envolvidos na formação do lábio leporino ou da fenda palatina, o aconselhamento genético pode ser benéfico para as famílias afetadas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Broncodilatadores
Vídeo
Broncodilatadores
Durante a respiração normal, o ar viaja pelo nariz, desce a traqueia e segue para vias aéreas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS