Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Ependimomas

Por

Renee Gresh

, Nemours A.I. duPont Hospital for Children

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Os ependimomas são tumores cerebrais de crescimento lento que se desenvolvem a partir de células que revestem os espaços cerebrais (ventrículos).

  • A causa dos ependimomas é desconhecida.

  • Alguns dos sintomas são vômitos, apatia e problemas de equilíbrio.

  • O diagnóstico é feito por meio de um exame por imagem e uma biópsia.

  • O prognóstico dependerá da idade da criança e do volume do câncer que foi removido.

  • O tratamento inclui cirurgia, quimioterapia e radioterapia.

Os ependimomas são o terceiro tipo mais comum de tumor cerebral em crianças, totalizando 10% deles. A maioria das crianças diagnosticadas com ependimomas tem menos de oito anos de idade. Cerca de um terço dos casos ocorre em crianças com menos de três anos de idade.

A maioria dos ependimomas se desenvolve na parte posterior do cérebro ou próximo dela, no fundo do crânio (chamada fossa posterior). Essa área contém o cerebelo (que ajuda a controlar a coordenação e o equilíbrio) e o tronco cerebral (que controla funções corporais críticas como a respiração). Os ependimomas tendem a se espalhar para o tronco cerebral. Às vezes ependimomas se desenvolvem na medula espinhal.

Sintomas

Os primeiros sintomas do ependimoma com frequência são causados pela elevação da pressão dentro do crânio. Eles incluem dores de cabeça, vômitos e apatia. Os bebês podem não alcançar seus marcos de desenvolvimento. Eles podem ser irritáveis e não ter apetite. O humor ou a personalidade podem mudar e crianças podem ter dificuldades para se concentrar. As crianças têm problemas de equilíbrio, de coordenação e de marcha. Algumas crianças apresentam convulsões.

Os ependimomas da medula espinhal podem causar dores nas costas e as crianças podem ter dificuldade para controlar a micção e a evacuação.

Diagnóstico

  • Ressonância magnética (RM) e biópsia

O diagnóstico de ependimoma se baseia nos resultados de uma RM. Caso um tumor seja encontrado, uma amostra é removida e enviada ao laboratório para análise (biópsia).

Prognóstico

O desfecho dependerá da idade da criança e do volume do tumor que pode ser removido.

As crianças que sobrevivem correm risco de desenvolver problemas no cérebro, medula espinhal e nervos.

Tratamento

  • Cirurgia, radioterapia e quimioterapia

A terapia inicial consiste na remoção cirúrgica da maior quantidade possível do tumor que possa ser feita com segurança.

A radioterapia aumenta a taxa de sobrevida e é geralmente realizada após a cirurgia.

A quimioterapia parece não aumentar a taxa de sobrevida; porém, em algumas crianças, ela pode ajudar a reduzir o tamanho do tumor antes da cirurgia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS