Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Regurgitação valvar
Regurgitação valvar
Regurgitação valvar

O coração é um músculo pulsante que bombeia sangue para todo o corpo. No interior do coração, quatro válvulas se abrem e se fecham em uma sequência precisa que mantém o sangue fluindo na direção certa. Uma válvula malformada ou danificada pode não se fechar completamente, permitindo o refluxo do sangue. Este quadro clínico é chamado regurgitação valvar, ou insuficiência valvar.

Em um coração saudável, duas válvulas controlam o fluxo de sangue das câmaras superiores, ou átrios, para as câmaras inferiores, ou ventrículos. Duas outras válvulas controlam o fluxo de sangue dos ventrículos para os pulmões e o corpo.

O sangue rico em oxigênio se move do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo pela válvula mitral. O ventrículo bombeia o sangue através da válvula aórtica para que ele seja distribuído por todo o corpo. O sangue pobre em oxigênio se move do átrio direito para o ventrículo direito através da válvula tricúspide e é bombeado pela válvula pulmonar em seu trajeto para os pulmões para coletar oxigênio.

As duas válvulas atrioventriculares, a válvula mitral e a válvula tricúspide, estão conectadas com os ventrículos por fios finos e fibrosos de tecido chamados cordas tendíneas. As cordas tendíneas, juntamente com o músculo papilar, mantêm as abas, ou cúspides, de cada válvula no lugar. Quando os ventrículos se contraem, os gradientes de pressão ao longo das válvulas fecham as cúspides das válvulas mitral e tricúspide.

Se não houver tensão nas cordas tendíneas, as cúspides podem não se fechar adequadamente podendo haver refluxo de sangue (regurgitação). Neste exemplo, as cúspides da válvula mitral estão em prolapso, ou seja, não estão se fechando adequadamente. Está havendo refluxo de sangue do ventrículo para o átrio esquerdo.

As válvulas das duas câmaras inferiores, as válvulas pulmonar e aórtica, se abrem e fecham devido às alterações de pressão das contrações dos átrios e ventrículos. Essas válvulas também ficam suscetíveis a doença ou danos, causando regurgitação em decorrência de uma válvula com vazamento.

Como há vazamento de sangue no interior do coração, uma quantidade menor de sangue rico em oxigênio está circulando pelo corpo, fazendo o coração trabalhar mais. Se não for tratada, a regurgitação valvar pode resultar em dano cardíaco ou em mais danos às válvulas.