Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Como as válvulas cardíacas funcionam
Como as válvulas cardíacas funcionam
Como as válvulas cardíacas funcionam

O coração é um músculo pulsante que bombeia sangue para todo o corpo. No interior do coração, quatro válvulas se abrem e se fecham em uma sequência precisa para manter o sangue fluindo na direção certa.

Duas das válvulas cardíacas controlam o fluxo de sangue das câmaras superiores do coração, ou átrios, para as câmaras inferiores, ou ventrículos. Duas outras válvulas controlam o fluxo de sangue dos ventrículos para os pulmões e o corpo. À medida que as quatro válvulas abrem e fecham, elas criam dois “ruídos cardíacos” distintos, comumente designados como batimentos cardíacos.

Durante um batimento cardíaco normal, o sangue pobre em oxigênio que retorna do corpo preenche o átrio direito. Este se contrai e bombeia o sangue para dentro do ventrículo direito através da válvula tricúspide. Em seguida, o ventrículo direito se contrai e bombeia o sangue para dentro da artéria pulmonar através da válvula pulmonar. A artéria pulmonar transporta o sangue para os pulmões para receber oxigênio.

Ao mesmo tempo, o sangue rico em oxigênio que retorna dos pulmões entra no átrio esquerdo. Este bombeia o sangue para dentro do ventrículo esquerdo através da válvula mitral. À medida que o ventrículo esquerdo se contrai, o sangue é bombeado para dentro da aorta através da válvula aórtica, onde é distribuído para o corpo.

O sangue é direcionado pelo coração através das válvulas. Quando os átrios se contraem, as válvulas nessas câmaras superiores (válvula tricúspide e válvula mitral) se abrem e permitem que o sangue flua para os ventrículos. Quando os ventrículos se contraem, as válvulas tricúspide e mitral são forçadas a fechar enquanto as válvulas de vazão ventricular (válvulas pulmonar e aórtica) são forçadas a abrir pela pressão ventricular. O sangue que sai dos ventrículos é impedido de fluir de volta pela vedação estreita formada pelas cúspides das válvulas aórtica e pulmonar. Há diversos distúrbios que podem afetar a função das válvulas, incluindo regurgitação valvar e estenose valvar.