Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Amigdalectomia ou tonsilectomia
Amigdalectomia ou tonsilectomia
Amigdalectomia ou tonsilectomia

As amígdalas são duas massas glandulares de tecido semelhante a linfonodo que estão localizadas em ambos os lados da garganta. A função das amígdalas é interceptar bactérias e vírus que possam entrar no organismo através da garganta. No entanto, algumas vezes as amígdalas em si tornam-se infectadas. Quando isso ocorre, febre e dor de garganta podem se desenvolver. As amígdalas geralmente tornam-se vermelhas e inchadas e frequentemente apresentam pontos brancos nelas.

Frequentes acessos de amigdalite podem exigir uma tonsilectomia ou a remoção cirúrgica das amígdalas. Existem muitas formas de remover-se as amígdalas. No entanto, o método mais frequentemente utilizado hoje é a cauterização elétrica, em que um cirurgião utiliza energia elétrica aplicada a partir de um instrumento cirúrgico para remover as amígdalas. Esse método resulta em muito pouco sangramento. Uma técnica de fio e laço também pode ser utilizada; com esse método, um cirurgião eficazmente enlaça as amígdalas e as corta com um fio afiado.

Submeter-se a uma tonsilectomia geralmente não afeta a capacidade de uma pessoa combater uma infecção. O número de infecções na garganta pode ser reduzido, mas não eliminado.

É importante discutir todos os riscos e complicações potenciais com o cirurgião antes de realizar este procedimento.

Nesses tópicos
Infecção da garganta