Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Nefropatia diabética
Nefropatia diabética
Nefropatia diabética

Os rins são um par de pequenos órgãos em forma de feijão localizados na parte posterior do tronco, atrás das costelas inferiores. Embora as pessoas nasçam com um par de rins, o corpo ainda pode funcionar de forma eficaz com apenas um rim saudável.

As funções dos rins incluem equilibrar o volume de líquido do organismo, regular a pressão arterial e produção de glóbulos vermelhos e filtrar resíduos do corpo. Cada rim é composto por cerca de um milhão de unidades de filtração chamadas néfrons. Cada néfron contém uma massa torcida de pequenos vasos sanguíneos chamada glomérulo. Os glomérulos semi-permeáveis permitem que a água e resíduos solúveis do sangue passem através da membrana. Os resíduos filtrados são, então, transportados para fora do corpo na forma de urina.

O diabetes é uma doença causada por uma quantidade excessiva de glicose, ou açúcar no sangue, na corrente sanguínea, que pode lesionar a membrana e levar a uma pressão arterial elevada. Esse aumento na pressão arterial faz com que os rins filtrem muito sangue, sobrecarregando e lesionando o néfron. Esse quadro clínico é conhecido como nefropatia diabética. Pelo fato de os filtros glomerulares dos néfrons não funcionarem mais, os resíduos começam a se acumular no corpo quando os mesmos deveriam ser filtrados para fora, e as proteínas sanguíneas importantes que deveriam ser retidas são perdidas.

Os sintomas dessa doença frequentemente não aparecem até que 80 por cento dos rins tenham sido lesionados. Quando aparecem, os sintomas frequentemente incluem inchaço, fadiga, perda de apetite, pressão arterial elevada, micção excessiva e sede excessiva.

Quando 85 a 90 por cento da função renal é perdida, o termo "insuficiência renal em estágio terminal" é usado, e diálise ou transplante renal se torna necessário. Cerca de 10 a 20 por cento de todos os diabéticos irão desenvolver nefropatia, mas um estilo de vida saudável pode atrasar ou até mesmo evitar a doença. Isso inclui controlar cuidadosamente os níveis de glicose, permanecer ativo, manter a pressão arterial em um intervalo saudável e manter um peso saudável.