Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Laminectomia lombar
Laminectomia lombar
Laminectomia lombar

A coluna espinhal de uma pessoa consiste de 33 vértebras que abrigam e protegem a medula. Essas vértebras são separadas e amortecidas por discos intervertebrais.

Quando ocorre a compressão de um disco, ele pode herniar, se romper ou comprimir um nervo no local em que ele emerge da medula. Isto pode resultar em dor moderada a grave. Além disso, crescimentos ósseos adicionados conhecidos como “esporões”, podem comprimir um nervo. Se houver a formação de um esporão ósseo no canal central da vértebra, a medula também é comprimida.

Um procedimento cirúrgico chamado laminectomia lombar pode aliviar a pressão sobre um nervo lesionado e a medula espinhal. Durante a laminectomia lombar, é feita uma pequena incisão na pele seguindo as vértebras lombares. Os músculos são separados e o osso fica exposto. A porção da “lâmina” da vértebra é lenta e cuidadosamente removida, tirando a pressão do nervo comprimido e da medula. O nervo é então puxado suavemente para o lado e a porção herniada do disco é removida. Assim, o nervo é aliviado de toda pressão e dor. Os músculos são então retornados para seu lugar e a incisão é fechada.

Existem várias complicações potenciais associadas a este procedimento que devem ser discutidas com um médico antes da cirurgia.