Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Gastroplastia em Y de Roux
Gastroplastia em Y de Roux
Gastroplastia em Y de Roux

    O processo digestivo tem início na boca, pois mastigar, junto com a saliva, decompõe os alimentos. A digestão continua no estômago, onde os alimentos são convertidos em um líquido chamado quimo. O quimo, então, passa para o intestino delgado. Neste local, as enzimas do pâncreas e fígado digerem ainda mais os alimentos. É também no intestino delgado que todos os nutrientes e vitaminas são absorvidos. Pequenas projeções semelhantes a dedos revestindo o intestino delgado, chamadas vilosidades, permitem que os alimentos digeridos entrem na corrente sanguínea.

    A gastroplastia em Y de Roux (Roux-en-Y gastric bypass, RYGB) é o procedimento para perda de peso mais frequentemente realizado.

    Durante a primeira parte da RYGB, uma pequena bolsa é criada no estômago com grampos. Esta etapa restringe a quantidade de alimentos que o paciente pode consumir para aproximadamente 30 mililitros. A parte maior remanescente do estômago é, então, separada da bolsa, no entanto, não é removida.

    A segunda etapa deste procedimento envolve dividir o intestino delgado logo abaixo do duodeno, a primeira seção do intestino delgado.

    Em sequência, a segunda seção do intestino delgado, o jejuno, é levantado e conectado à nova bolsa criada. O duodeno é, então, reconectado à nova alça intestinal, dando ao intestino o formato de Y que dá o nome ao procedimento. Ao desviar o duodeno, a absorção de nutrientes e calorias é evitada, resultando em perda de peso significativa.

    Complicações específicas da RYGB incluem a síndrome de dumping, hérnias e deficiências nutricionais.

Nesses tópicos
Cirurgia bariátrica