honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Articulação do ombro
Articulação do ombro
Articulação do ombro

O ombro é formado por ossos, ligamentos, tendões e músculos que fixam o braço ao dorso. Os três ossos que formam a articulação do ombro incluem a clavícula, a escápula (omoplata) e o úmero (o osso longo do braço).

O ombro tem duas articulações que trabalham juntas para fazer com que o braço se mova. A articulação acromioclavicular (AC) é uma articulação deslizante formada entre a clavícula e o acrômio. O acrômio é a projeção da escápula que forma a ponta do ombro. A articulação AC nos permite levantar o braço acima da cabeça. A articulação glenoumeral, ou articulação do ombro, é uma articulação do tipo bola e encaixe. A “bola” é a parte superior e arredondada do úmero e o “encaixe” é a parte da escápula em forma de vasilha, chamada glenoide, onde a bola se encaixa. Esta articulação permite que o braço se mova em uma rotação circular, bem como se aproxime ou se afaste do corpo. O labrum é um pedaço de cartilagem que forra a cabeça do úmero e o glenoide. Esta cartilagem também ajuda a estabilizar a articulação.

A coifa dos rotadores é um grupo de quatro músculos que puxam o úmero para a escápula. Os músculos da coifa dos rotadores estabilizam a articulação glenoumeral e ajudam na rotação do braço.

Duas estruturas parecidas com bolsas chamadas bursas também estão localizadas no ombro. A bursa secreta um líquido lubrificante que ajuda a reduzir a fricção entre as partes móveis da articulação.

Juntas, todas essas estruturas criam uma das articulações mais flexíveis do corpo.