Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade
Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade
Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

O transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, também conhecido como TDAH, é um problema neurocomportamental comum que afeta tanto crianças como alguns adultos. Algumas pesquisas sugerem que a causa do TDAH é uma deficiência genética em alguns neurotransmissores.

O cérebro é formado por milhões de células nervosas interligadas, denominadas neurônios. Esses neurônios precisam se comunicar entre si para que uma pessoa consiga pensar, se mover ou sentir. Isso ocorre através da transmissão e recepção, pelos neurônios, de mensageiros químicos denominados neurotransmissores.

Quando um neurotransmissor é liberado por um neurônio, ele atravessa um espaço chamado sinapse e se liga ao receptor em outro neurônio e, com isso, um sinal é transmitido.

Os sintomas do transtorno incluem impulsividade, hiperatividade e incapacidade de manter a atenção.

Os neurotransmissores, por exemplo, a dopamina, ajudam a modular o comportamento. Sem a dopamina, os neurônios no córtex frontal do cérebro, que é responsável pela atenção, não conseguem se comunicar adequadamente. Existe também evidência de que os receptores dos neurônios que reconhecem a dopamina não funcionam corretamente em pessoas com TDAH.