Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Como o corpo envelhece: Algumas mudanças normais

Como o corpo envelhece: Algumas mudanças normais

O que acontece?

Por quê?

Função mental

Dificuldade para lembrar ou achar a palavra certa

Dificuldade de concentração

Dificuldade para aprender coisas novas

As células nervosas no cérebro liberam quantidades diferentes de alguns mensageiros químicos (que enviam impulsos de célula para célula), e o número de receptores nas células nervosas pode reduzir-se. Assim, o cérebro não envia ou processa os impulsos tão bem ou tão rapidamente.

Atividade física

Instabilidade ou perda de equilíbrio

Estruturas no ouvido interno que ajudam com o equilíbrio se enrijecem e deterioram ligeiramente.

A parte do cérebro que controla o equilíbrio (cerebelo) pode degenerar-se.

Tontura ou vertigens ao ficar de pé.

O coração não bombeia sangue suficiente para a cabeça porque o coração é menos capaz de responder às mudanças de posição.

O sistema nervoso sinaliza ao coração para aumentar o fluxo sanguíneo menos eficazmente.

Os vasos sanguíneos não se contraem o suficiente para manter a pressão arterial normal quando a pessoa está de pé.

Perda da força muscular

O número e o tamanho das fibras musculares diminuem.

O corpo produz menos hormônio de crescimento e (nos homens) menos testosterona, o que ajuda a manter os músculos.

Dificuldade de movimentos

Menos flexibilidade

Menor produção de líquido nas articulações.

A cartilagem entre os ossos nas articulações se torna mais rígida e pode corroer-se.

Os tendões e ligamentos se tornam mais rígidos e mais fracos.

O tecido muscular é perdido, substituído pela gordura ou tecido fibroso, diminuindo a força e fazendo com que os músculos fiquem mais rígidos.

Dificuldade para fazer exercícios vigorosos

O coração não pode atender a demanda de mais sangue durante o exercício. Ele não pode acelerar ou bombear tão rapidamente como costumava fazer, em parte porque o coração e os vasos sanguíneos se tornam mais rígidos e menos elásticos. Além disso, o coração não responde tão rapidamente ou tão bem aos mensageiros químicos que normalmente o estimulam a acelerar.

Os pulmões não podem atender a demanda de mais oxigênio durante o exercício. Menos ar é captado em cada inspiração, e os pulmões não absorvem tanto oxigênio.

Os sentidos

Necessidade de óculos de leitura

O cristalino dos olhos enrijece fazendo com que o foco em objetos próximos seja mais difícil.

Dificuldade para enxergar com luz clara

A retina dos olhos torna-se menos sensível à luz.

O cristalino dos olhos torna-se menos transparente.

Dificuldade para se ajustar às mudanças nos níveis de luz

As pupilas reagem mais devagar às mudanças na luz.

Áreas escurecidas no cristalino dos olhos aumentam o ofuscamento.

O número de células que produzem os líquidos para lubrificar os olhos diminui.

As glândulas lacrimais produzem menos lágrimas.

Dificuldade para entender as palavras

A perda de audição relacionada à idade (presbiacusia) se desenvolve, que geralmente afeta principalmente a alta frequência (que inclui consoantes - os sons que ajudam as pessoas a identificarem as palavras).

A perda da audição relacionada à idade (presbiacusia) se desenvolve.

Cera de ouvido se acumula.

Perda de paladar

As papilas gustativas se tornam menos sensíveis.

As pessoas detectam pior os aromas porque o revestimento do nariz se torna mais fino e mais seco e as terminações nervosas no nariz se deterioram.

É produzida menos saliva.

Problemas de alimentação

A boca fica seca.

Os músculos envolvidos na deglutição enfraquecem e a coordenação fica comprometida.

As pessoas podem não mastigar a comida o suficiente porque faltam dentes ou as dentaduras não se encaixam bem. Assim, os pedaços de comida são muito grandes para engolir.

Os ossos no alto da coluna mudam, pressionando a cabeça para frente e logo comprimindo a garganta.

Desinteresse em comer

O paladar diminui deixando a comida menos apetitosa.

O olfato diminui deixando a comida menos apetitosa.

A boca seca leva à perda do paladar.

Mastigar pode ser difícil porque faltam dentes, os músculos do maxilar estão fracos ou as dentaduras não se encaixam bem.

Engolir é difícil.

Pele e cabelos

Rugas

Mais cortes na pele

A camada de gordura sob a pele, que age como uma almofada, se afina.

O corpo produz menos colágeno e elastina, que fazem a pele mais dura e elástica.

As glândulas da pele produzem menos oleosidade.

Hematomas e vasos sanguíneos partidos

Os vasos sanguíneos na pele se tornam mais frágeis.

Cicatrização lenta de feridas

O número de vasos sanguíneos na pele diminui.

As células responsáveis por curar as feridas atuam mais lentamente e diminuem em número.

Dificuldades de se ajustar às mudanças de temperatura

A camada adiposa sob a pele, que ajuda a conservar o calor corporal, se afina.

O número de glândulas sudoríparas diminui, e as glândulas sudoríparas produzem menos suor. O suor ajuda a esfriar o corpo.

O número de vasos sanguíneos diminui, assim como o fluxo sanguíneo nas camadas mais profundas da pele. Como resultado, o corpo também não consegue eliminar o próprio calor.

Redução da sensação e sensibilidade à dor

O número de terminações nervosas na pele diminui.

Cabelo cinza ou branco

Os folículos capilares produzem menos pigmento (melanina).

Perda ou afinamento do cabelo

Os cabelos, que devem ser substituídos periodicamente, crescem mais lentamente, e alguns folículos capilares param de produzir novos cabelos.

Função sexual

Ressecamento da vagina

Menos estrogênio é produzido.

Ereções que não duram muito, são menos rígidas ou demoram mais para acontecer

Menos testosterona é produzida.

O fluxo de sangue para o pênis diminui.