Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Problemas Possíveis com a Alimentação por Sonda

Problemas Possíveis com a Alimentação por Sonda

Problema

Possíveis Efeitos

Comentários

Relacionados à sonda

Presença da sonda no nariz ou boca

Desconforto

Danos ao nariz, garganta ou esôfago

Uma sonda no nariz ou boca, especialmente se for grande, pode irritar os tecidos, causando dor e, às vezes, sangramento. Nesses casos, normalmente a sonda é removida, e a alimentação é continuada usando-se um tipo diferente de sonda de alimentação enteral.

Os seios podem ficar bloqueados, tornando as infecções mais prováveis.

Posicionamento incorreto da sonda que foi inserida pelo nariz ou boca

Danos à área afetada

Tosse e engasgos

Em casos raros, uma sonda no nariz ou boca pode descer pelas vias aéreas em vez do esôfago. Como resultado, os alimentos podem entrar nos pulmões. Quando a sonda é colocada nas vias aéreas, pessoas que estão conscientes tossem e vomitam.

Substituição incorreta da sonda inserida diretamente no estômago ou intestino

Quando uma sonda estiver fora do lugar, ela deverá ser removida e inserida novamente. Se originalmente a sonda havia sido introduzida diretamente no estômago ou no intestino, será mais difícil reinserir a sonda, e ela poderá ser inserida do lado de fora do trato digestivo. Em seguida, o alimento poderá entrar no espaço ao redor dos órgãos abdominais (cavidade abdominal). Como resultado, a membrana que reveste o espaço pode tornar-se infectada, uma infecção grave chamada peritonite.

Bloqueio de uma sonda

Nutrição inadequada

Fórmulas grossas ou pílulas podem bloquear uma sonda. Às vezes, os médicos podem dissolver o bloqueio, adicionando certas enzimas ou substâncias formuladas para desintegrar os alimentos.

Expulsão acidental de uma sonda

Nutrição inadequada

As sondas, muitas vezes, saem acidentalmente. Uma sonda deverá ser substituída se ainda for necessária para fornecer alimentação.

Relacionados à fórmula

Intolerância à fórmula

Diarreia, problemas digestivos, náuseas e vômitos

A fórmula provoca sintomas digestivos intoleráveis em até 20% das pessoas alimentadas através de sonda e em 50% daquelas com uma doença grave. Esses sintomas são mais comuns quando a alimentação é administrada em grandes quantidades (chamada bolus) várias vezes ao dia, em vez de ser administrada continuamente por longos períodos.

Diarreia

Fezes moles e frequentes

Muitas fórmulas utilizadas na alimentação por sonda contêm sorbitol, que pode causar ou agravar a diarreia. Quando ocorre diarreia, muitos dos nutrientes passam através do trato digestivo sem serem absorvidos.

Desequilíbrio dos nutrientes

Níveis alterados de eletrólitos

Níveis anormalmente elevados de glicose no sangue (hiperglicemia)

Excesso de líquido no organismo (hipervolemia)

O médico mede o peso regularmente (para verificar se há excesso de água) e os níveis sanguíneos de eletrólitos, glicose e outras substâncias. Em seguida, eles ajustam a fórmula conforme necessário.

Outros

Fluxo invertido do conteúdo do estômago para o esôfago (refluxo)

Excesso de secreções na boca e na garganta

Inalação (aspiração) da fórmula para os pulmões, o que provoca tosse e asfixia e aumenta o risco de infecção

Se as pessoas tiverem qualquer um desses problemas, eles podem inalar a fórmula para os pulmões, mesmo que a sonda seja colocada corretamente e a cabeceira da cama seja elevada.