Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Algumas causas e características da dor em mais de uma articulação

Algumas causas e características da dor em mais de uma articulação

Causa

Características comuns*

Exames†

Doenças que geralmente causam dor simétrica da articulação

Articulações não inflamadas

Dor crônica generalizada e sensibilidade muscular (que pode envolver as articulações e/ou costas)

Fadiga

Em alguns casos, síndrome do intestino irritável e distúrbios do sono

Normalmente crônicas e afetam frequentemente as mulheres

Geralmente depressão ou outros transtornos do humor

Em alguns casos é desnecessário exame

A artrite infecciosa causada por vírus

A dor articular com ou sem inflamação, que se desenvolve comumente em um período de horas ou dias

Outros sintomas da infecção viral (por exemplo, a hepatite B pode causar icterícia, a hepatite C pode causar manchas roxas nas pernas e o HIV causa inchaço dos nódulos linfáticos)

Análise do líquido articular

Exames de sangue para identificar o vírus (mais comumente hepatite C ou B ou parvovírus)

Inflamação‡ crônica e simétrica da articulação durante a infância

Dor na região lombar

Glândulas inchadas por todo o corpo ou episódios de febre

Fígado ou baço aumentado

Excesso de líquido em torno do coração ou pulmão

Erupção cutânea ou dor e vermelhidão ocular

Exames de sangue para autoanticorpos§

Outras doenças que causam inflamação da articulação (como síndrome de Sjögren e esclerose sistêmica)

Dor em muitas articulações com ou sem inchaço leve

Exames de sangue para autoanticorpos§

Inflamação‡ crônica e simétrica das articulações pequenas ou grandes

Fadiga e rigidez matinal

Futuramente, deformidade das articulações (especialmente as articulações dos dedos e pulso)

Algumas vezes, inchaços rígidos sob a pele e síndrome do túnel do carpo

Mais comum entre jovens adultos, mas pode afetar pessoas com 60 anos ou mais

Radiografias

Exames de sangue para autoanticorpos§

Doença do soro (uma reação do sistema imunológico contra uma grande quantia de proteínas estranhas na corrente sanguínea)

Dor e inflamação em múltiplas articulações

Febre, erupção cutânea e glândulas inchadas

Em pessoas sabidamente expostas a proteínas estranhas (por exemplo, por uma transfusão de sangue) até 21 dias antes do início dos sintomas

Às vezes, exames de sangue

Síndromes que causam flexibilidade anormal da articulação (como a síndrome de Ehlers-Danlos)

Geralmente há dor em múltiplas articulações

A inflamação da articulação é muito incomum

Frouxidão aumentada (lassidão) da pele

Em pessoas que possuem histórico de deslocamentos ou desalinhamentos recorrentes da articulação

Em pessoas que possuem membros da família afetados

Às vezes, testagem genética

Lúpus eritematoso sistêmico e outras doenças autoimunes menos comuns (por exemplo, miosite autoimune, síndrome de Sjögren e vasculite como a vasculite associada à imunoglobulina A)

Dor articular‡ com ou sem inflamação que pode ocorrer quando há uma crise do distúrbio

Outros sintomas dependendo da doença autoimune específica, como alterações cutâneas, dor abdominal, dor muscular, doença renal, líquido ao redor dos pulmões, coração ou outros órgãos (serosite) ou olhos e boca secos

Exames de sangue para vários autoanticorpos§

Em alguns casos, biópsia da pele, rim ou outros órgãos envolvidos

Análise de urina

Doenças que geralmente causam a dor assimétrica da articulação

Envolvimento das grandes articulações

Dor na região lombar na maioria das pessoas

Vermelhidão e dor ocular (irite)

Tendinite do calcâneo

Vazamento de sangue por trás da válvula aórtica (insuficiência aórtica)

Radiografias

Algumas vezes TC ou RM

Úlceras‡ crônicas ou recorrentes na boca e genitais

Algumas vezes, dor e vermelhidão ocular

Geralmente aparece na faixa dos 20 anos

Normalmente em partes da Ásia e Oriente Médio (relativamente rara nos Estados Unidos)

Em alguns casos é desnecessário exame

Dor repentina e intensa, sensação de queimação e inchaço (especialmente no primeiro pododáctilo ou joelho, mas pode afetar quase todas as articulações)

Às vezes, febre

Apenas uma articulação é afetada, mas em alguns casos há muitas

Testes do líquido articular

Endocardite infecciosa (infecção do revestimento do coração e, geralmente, também das válvulas do coração)

Dor e inchaço nas articulações

A febre, suores noturnos, erupção cutânea, perda de peso e sopro cardíaco são comuns

Exames de sangue

Ecocardiograma

Dor crônica, mais frequentemente nos joelhos e quadril e nas pequenas articulações dos dedos, que também podem estar aumentadas e levemente deformadas

Não há vermelhidão

Normalmente dores nas costas e pescoço

Radiografias

Psoríase (às vezes com pouca ou nenhuma lesão cutânea)

Em alguns casos, inflamação‡ crônica e simétrica das articulações

Deformidades crônicas dos dedos, pododáctilos e unhas

Tendinite

Vermelhidão e dor ocular

Radiografias

Artrite reativa e artrite enteropática

Dor repentina, geralmente envolvendo as grandes articulações das pernas ou pés, frequentemente uma a três semanas após uma infecção do trato gastrointestinal (como gastroenterite) ou trato geniturinário (como uretrite)

Em alguns casos, há envolvimento da coluna vertebral

Exames para doenças sexualmente transmissíveis

* As características incluem os sintomas e os resultados do exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes.

† Radiografias geralmente não são necessárias. Se houver líquido na articulação, geralmente é necessário retirá-lo para exame.

‡ Os sintomas podem surgir repentinamente, mas o distúrbio normalmente é crônico ou recorrente.

§ Autoanticorpos são anticorpos contra os próprios tecidos da pessoa. Exemplos desses anticorpos incluem anticorpos antinucleares, anticorpos anti‑DNA de cadeia dupla, anticorpos antipeptídeo citrulinado cíclico e fator reumatoide.

TC = tomografia computadorizada; RM = ressonância magnética.