Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Algumas causas e características do sangue na urina

Algumas causas e características do sangue na urina

Causa

Características comuns*

Exames†

Hiperplasia prostática benigna (aumento não canceroso da glândula prostática)

Principalmente em homens acima dos 50 anos

Dificuldade frequente para iniciar a micção, fluxo de urina fraco, sensação de micção incompleta ou gotejamento no final da micção

Próstata aumentada detectada durante um exame de toque retal

Exames de sangue para medir o nível de PSA

Frequentemente ultrassonografia da bexiga para medir quanta urina permanece na bexiga após esvaziá-la (volume da urina residual após esvaziamento)

Principalmente em pessoas acima dos 50 anos ou com fatores de risco para esses tipos de câncer (fumo, membros da família que tiveram câncer ou exposição a produtos químicos que podem causar câncer)

Algumas vezes queimação ou dor durante a micção ou necessidade urgente de urinar

Outros sintomas que afetam todo o corpo (como febre, calafrios, perda de peso ou suor)

Exame da parte interna da bexiga usando um tubo de visualização flexível inserido através da uretra (cistoscopia)

Possível biópsia da bexiga

Algumas vezes TC ou RM

Em caso de suspeita de câncer de próstata, biópsia da próstata

Cistite (infecção da bexiga)

Usualmente em mulheres e meninas

Uma necessidade frequente e urgente de urinar

Queimação ou dor durante a micção

Levantar à noite para urinar

Algumas vezes sangue na urina ou urina com mau cheiro

Exame médico

Lesões

Normalmente uma lesão óbvia

Normalmente TC do abdômen e pélvis

Distúrbios de filtração do rim (distúrbio glomerular, como glomerulonefrite)

Algumas vezes, pressão arterial alta além de inchaço dos pés ou pernas

Possivelmente urina vermelha ou escura (cor de coca-cola)

Algumas vezes ocorre após uma infecção

Algumas vezes em pessoas que têm membros da família com distúrbio do rim ou do tecido conjuntivo

Urinálise

Exames de sangue

Dor duradoura no flanco ou no abdômen

Hipertensão arterial

Algumas vezes rins aumentados detectados em um exame de imagem realizado por outra razão ou durante o exame do médico

Ultrassonografia

Frequentemente TC ou RM do abdômen

Principalmente em homens acima dos 50 anos

Algumas vezes um tumor na próstata detectado durante um exame de toque retal

Ocasionalmente um fluxo de urina fraco, dificuldade para começar a urinar e gotejamento ao final da micção

Exames de sangue para medir o nível de PSA

Se o nível de PSA estiver elevado, biópsia da próstata

Prostatite (infecção da glândula prostática)

Febre frequente, dificuldade em iniciar a micção, micção frequente, necessidade de urinar durante a noite e queimação ou dor durante a micção

Sintomas frequentes de um bloqueio de longa duração no trato urinário (incluindo fluxo fraco de urina, dificuldade em urinar ou gotejamento ao final da micção)

Na infecção aguda, uma próstata aumentada e sensível detectada durante um exame digital retal; na prostatite crônica, pode não haver nenhum sintoma significativo

Exame médico

Urinálise e cultura de urina

Algumas vezes uma ultrassonografia transretal ou cistoscopia

Normalmente em pessoas que já sabem que sofrem de anemia falciforme

Principalmente em pessoas descendentes de africanos ou mediterrâneos

Frequentemente em crianças e adultos jovens

Exames de sangue para verificar hemoglobina anormal nos glóbulos vermelhos

Dor intensa na parte inferior (lombar) das costas e no flanco que ocorre repentinamente ou dor no abdômen ou virilha que vem em ondas

Algumas vezes, urgência em urinar, mas incapacidade de fazê-lo

Às vezes, vômitos

TC ou ultrassonografia dos rins, ureteres e bexiga

* As características incluem os sintomas e os resultados de um exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes.

† Os exames incluem urinálise para todas as pessoas, exames de sangue para avaliar a função renal na maioria das pessoas e diagnóstico por imagem dos rins e pélvis para a maioria dos idosos.

TC = tomografia computadorizada; RM = ressonância magnética; PSA = antígeno específico da próstata.