Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Alguns mecanismos de incontinência

Alguns mecanismos de incontinência

Mecanismo

Exemplos

Fraqueza do esfíncter urinário ou músculos pélvicos (chamada de incompetência de saída da bexiga)

Uretrite atrófica, vaginite ou ambos

Medicamentos

Fraqueza do músculo pélvico (por exemplo, causada por haver tido vários partos normais ou cirurgia pélvica)

Cirurgia da próstata

Bloqueio (obstrução da saída da bexiga)

Próstata aumentada (hiperplasia prostática benigna) ou câncer

Medicamentos

Hiperatividade dos músculos da parede da bexiga (bexiga hiperativa)

Irritação da bexiga (por exemplo, causada por infecção, cálculos ou, raramente, câncer)

Distúrbios que podem afetar os centros do cérebro que controlam a micção (como acidente vascular cerebral, demência ou esclerose múltipla)

Espondilose cervical ou disfunção da medula espinhal (que coloca pressão sobre a medula espinhal e, assim, prejudica a função da bexiga)

Obstrução da saída da bexiga

Hipoatividade dos músculos da parede da bexiga

Lesão nos nervos (por exemplo, por hérnia de disco, outros distúrbios da medula espinhal, cirurgia, tumores, lesões, diabetes ou transtornos relacionados ao consumo de álcool)

Medicamentos

Obstrução da saída da bexiga de longa duração

Nas mulheres, frequentemente a causa não é identificável

Coordenação ruim da parede da bexiga com o esfíncter urinário

Lesão na medula espinhal ou trajetos do nervo do cérebro para a bexiga

Problemas funcionais

Demência

Depressão

Os medicamentos psicoativos que podem diminuir a consciência da necessidade de urinar (por exemplo, medicamentos antipsicóticos, benzodiazepinas, medicamentos que causam sonolência, como sedativos e soníferos ou antidepressivos tricíclicos)

Mobilidade restrita (por exemplo, causada por lesão, fraqueza, restrições, acidente vascular cerebral, outros distúrbios neurológicos ou distúrbios musculoesqueléticos)

Limitações situacionais (como não ter um banheiro por perto ou estar viajando)

Aumento no volume de urina

Distúrbios, tais como diabetes mellitus ou diabetes insipidus

Uso de diuréticos (normalmente furosemida, bumetanida ou teofilina, mas não diuréticos tiazídicos)

A ingestão excessiva de bebidas cafeinadas (como café, chá, refrigerante tipo cola ou alguns outros refrigerantes) ou álcool