Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Agentes usados para prevenir ou tratar a constipação

Agentes usados para prevenir ou tratar a constipação

Agente

Alguns efeitos colaterais

Comentários

Agentes de aumento do bolo fecal (fibra)*

Farelo de trigo

Inchaço, passagem de gás (flatulência) e má absorção de ferro e cálcio

Os agentes de aumento do bolo fecal geralmente são usados para prevenir ou controlar a constipação crônica.

Policarbofila

Inchaço e flatulência

Metilcelulose

Menos inchaço do que com outros agentes fibrosos

Psílio

Inchaço e flatulência

Amolecedores do bolo fecal

Docusato

Amolecedores do bolo fecal podem ser usados para tratar a constipação e são frequentemente usados para ajudar a preveni-la.

O docusato não é eficaz para constipação grave.

Glicerina

Irritação retal

Óleo mineral

Inflamação pulmonar causada por gordura nos pulmões (pneumonia lipídica), má absorção de vitaminas solúveis em gordura, desidratação e perda de controle da defecação (incontinência fecal)

Agentes osmóticos

Lactulose

Cólicas abdominais e flatulência

Os agentes osmóticos são melhores para tratar a constipação do que para preveni-la.

Sais de magnésio (hidróxido de magnésio e citrato de magnésio)

Muito magnésio no corpo (toxicidade por magnésio), desidratação, cólicas abdominais e incontinência fecal

Polietileno glicol

Incontinência fecal (relacionada à dosagem)

Fosfato de sódio

Casos raros de insuficiência renal súbita

Sorbitol

Cólicas abdominais e flatulência

Laxantes estimulantes

Antraquinonas (encontradas na senna, cáscara e óleo de rícino)

Cólicas abdominais e desidratação

Os laxantes estimulantes não são usados se houver possibilidade de obstrução intestinal.

O uso prolongado pode causar danos ao intestino grosso.

A lubiprostona pode ser usada em caso de constipação crônica. Ela está disponível para uso prolongado.

Bisacodil

Incontinência fecal, baixa concentração de potássio no sangue (hipocalemia), cólicas abdominais e queimação retal com uso diário de supositório

Linaclotida

Cólicas abdominais, flatulência

Não utilizada em crianças

Lubiprostona

Náusea, particularmente quando o medicamento é tomado com o estômago vazio

Enemas

Retenção de óleo mineral ou de oliva

Incontinência fecal

Ainda que raramente, administrar um enema pode prejudicar o reto se o procedimento for feito de forma agressiva.

Água da torneira

Sobrecarga hídrica se muita água for absorvida

Fosfato

Concentração elevada de fosfato no sangue (hiperfosfatemia)

Espumas

Cólicas

*A dose de suplementos de fibra deve ser aumentada gradualmente ao longo de várias semanas, até a dose recomendada.

Lubiprostona e linaclotida estão disponíveis apenas com receita médica.