Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Algumas causas e características das hemorragias nasais

Algumas causas e características das hemorragias nasais

Causa*

Características comuns† e exames

Comum

Assoar ou cutucar o nariz

O ato de assoar ou outra lesão do nariz

Em pessoas que relatam tal comportamento ou ferimentos

Ressecamento das membranas úmidas do revestimento interno do nariz, como pode ocorrer em clima frio

Geralmente a secura que é vista durante o exame

Menos comum

Infecções nasais (como um resfriado ou sinusite)

Secreção nasal, às vezes, espessa ou com coloração alterada, e crostas nas narinas

Frequentemente, dor e ressecamento das membranas úmidas do revestimento interno do nariz

Distúrbios sistêmicos, como doença hepática grave ou AIDS

Em pessoas que se sabe terem tais distúrbios

Um objeto estranho (corpo estranho) no nariz, principalmente em crianças

Hemorragias nasais recorrentes com frequência e/ou uma coriza com odor fétido em um dos lados do nariz

Geralmente em pessoas mais idosas

Pequenos vasos sanguíneos dilatados (telangiectasias) na face, lábios, membranas do revestimento interno da boca e do nariz, e nas pontas dos dedos das mãos e dos pés

Geralmente em pessoas cujos membros da família têm o distúrbio

Tumores (não-cancerosos ou cancerosos) do nariz ou seios paranasais

Às vezes, uma massa que pode ser vista dentro do nariz

Saliência em um dos lados do nariz

Uma tomografia computadorizada (TC) pode ser realizada

Um orifício (perfuração) no septo nasal (que divide o interior do nariz em dois)

Um buraco que pode ser visto durante o exame

Às vezes, em pessoas que inalam cocaína frequentemente

Distúrbios hemorrágicos (coagulopatias)

Em pessoas que tiveram hemorragia nasal ou outra hemorragia em outras áreas, como nas gengivas

Poderão ser realizados exames de sangue, como hemograma completo e testes para medir a velocidade da coagulação sanguínea

* Quadros clínicos que podem causar hemorragias nasais provavelmente o farão em pessoas que também têm um distúrbio de sangramento ou que tomam fármacos que interferem com a coagulação sanguínea. Em tais pessoas, a hemorragia é frequentemente mais grave e mais difícil de tratar.

† As características incluem sintomas e resultados do exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes.