Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Micro-organismos que causam gastroenterite

Micro-organismos que causam gastroenterite

Micro-organismo

Fontes comuns

Sintomas

Uso antimicrobiano

Astrovírus

Epidêmico e frequentemente sazonal

Diarreia líquida mais leve

Vômito e febre

Os sintomas têm início de três a quatro dias após a infecção

Geralmente, dura dois a sete dias

Similar ao rotavírus

Não são administrados antibióticos nem antivirais.

Ingestão de carne contaminada (especialmente aves mal cozidas)

Ingestão de água contaminada ou leite não pasteurizado

Diarreia geralmente sanguinolenta, às vezes líquida, com duração média de um dia a uma semana

O uso de antibióticos (como azitromicina ou ciprofloxacino) nos estágios iniciais da doença pode encurtar a duração dos sintomas.

Geralmente causado por supercrescimento de bactérias em pessoas com histórico de uso de antibióticos

Diarreia

O antibiótico responsável pela doença é interrompido.

Vancomicina ou fidaxomicina é administrada por via oral.

O metronidazol pode ser administrado a pessoas que não conseguem tolerar vancomicina e fidaxomicina.

Ingestão de água contaminada

Contato direto

Exposição a águas de recreação

Pessoas com comprometimento do sistema imunológico são particularmente suscetíveis

Diarreia líquida, cólica abdominal, náusea, fadiga e vômito

Geralmente, dura cerca de duas semanas

Às vezes, são administrados medicamentos antiparasitários (como nitazoxanida).

Ingestão de alimentos ou água contaminada

Diarreia sanguinolenta, dor abdominal, perda de peso com duração de uma a três semanas

Pode causar infecção no fígado e em outros órgãos

São administrados medicamentos antiparasitários (como metronidazol, iodoquinol ou paromomicina).

Escherichia coli entero-hemorrágica (mais conhecida como E. coli O157:H7 – Colite hemorrágica)

Ingestão de carne moída mal cozida ou leite ou sucos não pasteurizados

Nadar em piscinas contaminadas

Contato direto

Levar os dedos à boca após tocar em animais infectados

Cólicas abdominais súbitas, diarreia líquida que normalmente torna-se sanguinolenta entre um e três dias e síndrome hemolítico-urêmica em cerca de 5% das pessoas

Antibióticos não são administrados pois eles aumentam o risco de a pessoa apresentar síndrome hemolítico-urêmica.

Escherichia coli enterotoxigênica (causa a diarreia do viajante)

Ingestão de alimentos ou água contaminada

Diarreia líquida frequente

Geralmente, dura três a cinco dias

Antibióticos (por exemplo, ciprofloxacino ou levofloxacino) podem ajudar a reduzir a duração da doença.

Para crianças, é dada azitromicina.

Ingestão de água contaminada

Contato direto, particularmente em creches

Diarreia, náusea e perda de apetite

Casos de maior duração (de vários dias a várias semanas) podem ocorrer, com fezes gordurosas, distensão abdominal, gases, fadiga e perda de peso

São administrados medicamentos antiparasitários (como metronidazol ou nitazoxanida).

Adenovírus intestinal

Epidêmico e frequentemente sazonal

Diarreia líquida frequente com duração de uma a duas semanas

Vômito leve começa um a dois dias após a diarreia

Febre afeta 50% das pessoas

Os sintomas têm início de três a dez dias após a infecção

Geralmente, dura dez dias ou mais

Não são administrados antibióticos nem antivirais.

Norovírus

Epidêmico e frequentemente sazonal

Diarreia líquida frequente

Vômito, especialmente em crianças

Cólica estomacal, dor de cabeça e dores gerais

Febre superior a 39°C ocorre em cerca de 30% das pessoas

Geralmente, a diarreia afeta os adultos

Os sintomas têm início de um a dois dias após a infecção

Geralmente, dura dois a sete dias

Não são administrados antibióticos nem antivirais.

Epidêmico e frequentemente sazonal

Diarreia líquida frequente

Vômito e febre superior a 39°C

Os sintomas têm início de um a três dias após a infecção

Pode ter duração de cinco a sete dias

Não são administrados antibióticos nem antivirais.

Há vacinas disponíveis para bebês.

Ingestão de alimentos contaminados

Contato com répteis (por exemplo, iguanas, cobras e tartarugas), pássaros ou anfíbios (como sapos e salamandras)

Febre alta, cansaço, cólicas abdominais, náusea, vômito e diarreia, que pode ou não sanguinolenta

Geralmente, os sintomas duram de três a sete dias

Geralmente, não são usados antibióticos.

Contato direto, especialmente em creches

Pode ser leve ou grave

Em casos leves, fezes moles e líquidas

Em casos graves, os sintomas são febre alta, cansaço, cólicas abdominais intensas, dores ao defecar, fezes contendo sangue e muco

Sem tratamento, os sintomas geralmente persistem por uma semana

Os antibióticos encurtam a duração da doença e reduzem a possibilidade de outra pessoa ser infectada (por exemplo, ciprofloxacino ou trimetoprima-sulfametoxazol).

Bacillus cereus

Ingestão de alimentos contaminados por toxinas produzidas por bactérias

Náusea, vômito e diarreia graves

Os sintomas começam 12 horas após a ingestão de alimentos contaminados e se atenuam em até 36 horas

Não são utilizados antibióticos.

Ingestão de alimentos ou água contaminada

Diarreia líquida indolor e vômito

Pode causar perda intensa de líquidos e choque

São usados antibióticos (como ciprofloxacino ou doxiciclina).

Outros tipos de Vibrio

Marisco

Diarreia líquida, geralmente acompanhada de náusea ou vômito leves

São administrados antibióticos (como ciprofloxacino, doxiciclina ou trimetoprima/sulfametoxazol).