Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Lesões provocadas por raios

Por

Daniel P. Runde

, MD, MME, University of Iowa Hospitals and Clinics

Última revisão/alteração completa mar 2018| Última modificação do conteúdo abr 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Uma lesão provocada por um raio ocorre depois de uma breve exposição a uma corrente elétrica de grande intensidade de descarga.

  • Cerca de 10% das pessoas que são atingidas por raios morrem, pois o coração para de bater e a respiração é interrompida.

  • Em algumas pessoas que sobrevivem a lesões graves provocadas por raios, é feito um eletrocardiograma para monitorar a frequência cardíaca e são necessários exames de sangue ou de diagnóstico por imagem.

  • Assim que a pessoa for reanimada, as queimaduras e outras lesões são tratadas.

Um raio descarrega um impulso elétrico maciço numa fração de milissegundos. A corrente elétrica que atravessa o corpo gera calor, que queima e destrói os tecidos. As queimaduras podem afetar a pele e, às vezes, os tecidos internos. A breve duração da exposição, muitas vezes, limita o dano à camada exterior da pele. Além disso, um raio tem muito menos probabilidade de causar queimaduras internas do que lesões elétricas causadas por geração de eletricidade. No entanto, ele pode matar uma pessoa ao provocar um curto-circuito instantâneo do coração. Os raios também podem danificar o sistema nervoso, inclusive o cérebro, provocando convulsões, perda de consciência ou outras anormalidades.

Os raios são a segunda causa mais frequente de mortes relacionada a tempestades nos Estados Unidos, resultando em cerca de trinta mortes e várias centenas de lesões todos os anos. Algumas lesões resultam em incapacidade permanente.

Um raio tende a atingir objetos altos e isolados, como árvores, torres, abrigos, hastes de bandeira, arquibancadas de instalações desportivas e cercas. Num campo aberto, uma pessoa pode ser o objeto mais alto. Os objetos de metal e água não atraem raios, mas podem facilmente transmitir eletricidade quando são atingidos. A eletricidade proveniente de um raio pode se deslocar desde as linhas elétricas ou telefônicas no exterior até o equipamento elétrico ou as linhas de telefone no interior da casa.

Um raio pode lesionar uma pessoa de várias formas:

  • O raio pode ferir a pessoa diretamente.

  • A eletricidade de um raio pode atingir uma pessoa que está tocando ou perto de um objeto que tenha sido atingido.

  • A corrente elétrica pode atingir uma pessoa através do solo.

  • O choque pode arremessar uma pessoa, causando lesões por impacto.

Sintomas

Depois que uma pessoa for atingida por um raio, o coração pode parar de bater (parada cardíaca) ou pode bater de forma anômala. Quando o coração bate de forma anômala, muitas vezes a respiração para. O coração pode começar a bater de novo por si só, mas se a respiração não tiver reiniciado, o organismo fica sem oxigênio. A falta de oxigênio e, possivelmente, o dano causado no sistema nervoso podem fazer com que o coração deixe de bater novamente.

Uma lesão cerebral geralmente causa perda de consciência. Se o dano cerebral for grave, pode ocorrer coma. É normal que uma pessoa acorde, mas não se recorde do sucedido antes da lesão (amnésia). A pessoa pode ficar confusa, pensar lentamente e ter dificuldade para se concentrar e recordar os acontecimentos recentes. Podem ocorrer alterações de personalidade e elas podem ser permanentes.

É normal a perfuração dos tímpanos. Podem ocorrer muitas lesões oculares, inclusive cataratas. Muitas vezes, ambas as pernas ficam temporariamente paralisadas, azuis e dormentes (ceraunoparalisia). A pele pode não mostrar quaisquer marcas ou apresentar leves queimaduras, com um padrão emplumado e ramificado, as quais podem consistir em um acúmulo de minúsculas manchas puntiformes, como uma queimadura de cigarro, ou em estrias nas quais o suor se converteu em vapor. Pode ocorrer dormência, formigamento e fraqueza, pois os nervos ramificados da medula espinhal foram danificados (neuropatia periférica).

Diagnóstico

  • Eletrocardiograma

As lesões provocadas por raios muitas vezes são testemunhadas, mas também pode haver suspeita de que ocorreram quando uma pessoa for encontrada inconsciente ou com amnésia ao ar livre durante ou mesmo após uma tempestade.

No hospital, pode ser feito um eletrocardiograma (ECG) se a lesão for grave (por exemplo, se uma pessoa desmaiou e puder ter sofrido uma parada cardíaca temporária). O ECG, quando terminado, determina se o coração está batendo normalmente. Por vezes, análises de sangue ou exames de diagnóstico por imagem, como tomografia computadorizada (TC) ou imagem por ressonância magnética (RM), são necessários.

Prevenção

Durante a época de tempestades, é muito importante ouvir notícias sobre a meteorologia, sobretudo no caso de organizadores de atividades ao ar livre, pois pode ser útil para decidir o cancelamento de qualquer atividade ao ar livre e planejar a detecção de qualquer urgência que possa ocorrer.

A presença de ventos intensos, chuva e nuvens pode indicar que a tempestade é iminente. Quando o trovão é ouvido, os observadores já estão em perigo e devem procurar um refúgio seguro, tal como um grande edifício habitável ou um veículo de metal completamente fechado (por exemplo, um automóvel, camionete ou caminhão) com os vidros fechados. Não é seguro um refúgio em locais abertos e pequenos. Não é seguro retomar as atividades ao ar livre até 30 minutos depois do último trovão ou de ter visto o último relâmpago.

Para prevenir lesões provocadas por raios quando se está dentro de casa, deve-se evitar contato com encanamentos ou cabos elétricos ou usar qualquer dispositivo ligado a fios, incluindo telefone, computador, console de jogos de vídeo ou fones de ouvido ligados por cabo a um sistema de som. A segurança aumenta mantendo-se distância de janelas e portas e desligando todos os dispositivos das tomadas antes de a tempestade chegar. Telefones celulares, tablets, laptops e leitores de música são seguros quando usados apenas ​​com energia de baterias, pois elas não atraem raios.

Prognóstico

Cerca de 10% das pessoas com lesões provocadas por raios morrem. A única causa de morte é parada cardíaca e respiratória no momento da lesão. As pessoas cujos batimentos cardíacos e a respiração retornam sobrevivem. Se a memória relativa a acontecimentos recentes estiver deteriorada ou se o pensamento for lento, a pessoa pode sofrer de uma lesão cerebral permanente. Geralmente, a ceraunoparalisia passa depois de algumas horas, embora a pessoa pode ocasionalmente ficar fraca ou entorpecida. Pessoas com lesões do nervo muitas vezes têm problemas de longo prazo, incluindo dor crônica, dificuldades para dormir e disfunção erétil.

Tratamento

  • Reanimação cardiopulmonar se necessária

Uma pessoa que tenha sido atingida por um raio não retém eletricidade, de modo que não há perigo em proporcionar-lhe os primeiros socorros. Pessoas sem batimentos cardíacos e que não estiverem respirando precisam de reanimação cardiopulmonar (RCP) imediatamente, incluindo compressões do tórax e respiração artificial. Se houver um desfibrilador externo automatizado disponível, deve-se usá-lo ( Desfibrilador externo automatizado: Impulsionar o coração). Uma pessoa que volta a ter pulso, mas continua a não respirar, precisa de respiração artificial contínua, pois os músculos respiratórios podem manter-se paralisados depois que os batimentos cardíacos voltam. A assistência médica de emergência deve ser chamada. Muitas pessoas atingidas por um raio têm boa saúde geral e o mais provável é que se recuperem, se submetidas rapidamente à RCP.

As queimaduras e outras lesões são tratadas de acordo com a necessidade. Se a reanimação não tiver êxito nos primeiros 20 minutos, é provável que não o tenha, pelo que os esforços de reanimação devem ser parados.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Terapia de células-tronco alogênicas
Vídeo
Terapia de células-tronco alogênicas
Células-tronco são células ímpares localizadas na medula óssea ou no sangue periférico capazes...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Abrasão corneana
Modelo 3D
Abrasão corneana

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS