Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Queimaduras no olho

Por

Ann P. Murchison

, MD, MPH, Wills Eye Emergency Department, Wills Eye Hospital

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Queimaduras no olho podem ocorrer após lesões por substâncias químicas ou relacionadas ao calor e podem resultar em complicações graves, incluindo a cegueira permanente.

As pálpebras fecham-se depressa em uma reação reflexa para proteger os olhos contra danos. No entanto, os produtos químicos irritantes ou nocivos podem, por vezes, alcançar a superfície do olho, causando queimaduras. As queimaduras químicas mais perigosas envolvem ácidos e álcalis fortes. As queimaduras por álcalis tendem a ser mais sérias do que as queimaduras por ácido. Os álcalis incluem a soda cáustica e são mais comumente encontrados em produtos de cal, concreto, gesso e argamassa, limpadores de forno e de ralos, detergentes de máquina de lavar louça e fertilizantes. As queimaduras podem envolver líquidos, que salpicam, ou, mais raramente, material pulverizado, que pode ser soprado para dentro dos olhos.

As queimaduras químicas graves da cúpula transparente na superfície frontal do olho (córnea), especialmente lesões causadas por álcalis, podem levar a cicatrização, perfuração do olho, infecção e cegueira.

As queimaduras do olho são extremamente dolorosas. Como a dor é muito forte, existe a tendência para manter as pálpebras fechadas. Pálpebras fechadas mantêm a substância irritante dentro do olho por um tempo prolongado, o que pode piorar o dano.

O reflexo de pestanejar geralmente faz com que o olho feche em resposta ao calor. Assim, as queimaduras térmicas tendem a afetar a pálpebra e não a conjuntiva ou a córnea. As queimaduras térmicas da conjuntiva ou da córnea são geralmente leves e podem não causar danos duradouros nos olhos.

Tratamento

  • Enxágue imediato dos olhos com água

  • Enxágue contínuo dos olhos com soro fisiológico por equipe médica

Queimaduras químicas

Uma queimadura química do olho é tratada imediatamente, mesmo antes da equipe médica chegar. O olho é aberto e lavado (irrigado) com água ou soro fisiológico. Quando as queimaduras são causadas por ácidos ou álcalis fortes ou outras substâncias altamente cáusticas, o olho deve ser irrigado continuamente durante pelo menos 30 minutos ou até que o pH (medida da acidez ou alcalinidade) do olho esteja normalizado. A irrigação pode ser continuada onde começou, em uma ambulância ou em um pronto socorro. Visto que a dor pode fazer com que seja difícil para a pessoa manter o olho lesionado aberto, outra pessoa poderá ter que segurar a pálpebra enquanto o olho está sendo irrigado.

Um médico ou outro profissional de saúde pode injetar uma gota anestésica no olho para fazer com que seja mais fácil manter o olho lesionado aberto. Em um pronto socorro, os médicos usam, com frequência, dispositivos de irrigação especiais.

Você sabia que...

  • Uma queimadura química do olho deve ser lavada com água imediatamente e a irrigação deve continuar, pelo menos, até a equipe médica chegar.

Após a irrigação, o médico examina a superfície do olho e o interior da pálpebra e remove qualquer substância que permanece impregnada no tecido. O interior da pálpebra é também esfregado para remover quaisquer partículas finas que possam não ser visíveis.

Um médico poderá injetar uma gota de um medicamento (tal como ciclopentolato ou homatropina) que dilata a pupila, relaxando os músculos da parte colorida do olho (íris) e impedindo que eles sofram espasmos dolorosos. Antibióticos tópicos são usados para lubrificar o olho e prevenir infecções. Podem também ser administradas gotas de corticosteroides (tais como prednisolona) por um oftalmologista durante um período de tempo limitado.

Apesar de os colírios anestésicos aliviarem a dor, estes podem também abrandar a cicatrização e geralmente não são administrados após a irrigação inicial. A dor pode ser tratada com paracetamol ou, se for muito intensa, paracetamol com oxicodona. Se a córnea estiver queimada, é aplicada uma pomada antibiótica no olho.

As queimaduras graves devem ser tratadas por um oftalmologista (um médico especialista na avaliação e tratamento, cirúrgico e não cirúrgico, de distúrbios oftalmológicos) no prazo de 24 horas para conservar a visão e prevenir complicações sérias, tais como dano na córnea e na íris, perfuração do olho e deformações da pálpebra.

Em queimaduras mais graves, também podem ser usados outros medicamentos tópicos e/ou orais, como a vitamina C. As queimaduras graves requerem exames oculares frequentes. Algumas queimaduras químicas são tão graves que requerem cirurgia, e mesmo com o melhor tratamento, o olho pode ficar cego ou com a visão prejudicada.

A utilização de lentes de proteção ou de uma proteção facial ao manusear produtos químicos potencialmente perigosos é essencial para ajudar a prevenir queimaduras químicas.

Queimaduras térmicas

As queimaduras da pálpebra são tratadas como outras queimaduras na pele. Os médicos limpam as queimaduras da pálpebra e, em seguida, aplicam um antibiótico oftálmico para prevenir infecções. As queimaduras da conjuntiva ou da córnea podem ser dolorosas; por isso, as pessoas podem precisar tomar analgésicos. Os médicos podem também administrar colírios cicloplégicos (tais como ciclopentolato ou homatropina) para prevenir um espasmo doloroso dos músculos que contraem a pupila, bem como uma pomada antibiótica para os olhos para prevenir infecções.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Terapia de células-tronco alogênicas
Vídeo
Terapia de células-tronco alogênicas
Células-tronco são células ímpares localizadas na medula óssea ou no sangue periférico capazes...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Tórax
Modelo 3D
Tórax

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS