Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Rupturas do tendão do bíceps

Por

Danielle Campagne

, MD, University of San Francisco - Fresno

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Rupturas podem ocorrer nos tendões que fixam o músculo bíceps aos ossos do ombro ou no tendão que prende o músculo bíceps a um dos ossos do antebraço (no cotovelo).

O músculo bíceps tem dois tendões que fixam a omoplata (escápula) na articulação do ombro e um tendão que se prende a um dos ossos do braço (rádio) no cotovelo. Os tendões do bíceps no ombro são mais propensos a sofrer ruptura do que o do cotovelo.

As rupturas do tendão do bíceps são causadas por um evento de força súbita (como levantar um objeto pesado) ou esticar ou torcer o cotovelo com força. Essas rupturas normalmente ocorrem quando o tendão já está debilitado por uso excessivo (como ocorre durante o levantamento de peso). O uso excessivo pode fazer o tendão ficar inflamado (chamado tendinite) e, às vezes, desgastado. Em pessoas idosas, o tendão pode se degenerar, aumentando o risco de uma ruptura. Outros fatores que podem enfraquecer o tendão também podem aumentar o risco.

A lesão que rompe os tendões do bíceps também pode lesionar outras estruturas do ombro, como a coifa dos rotadores.

O tendão do bíceps pode sofrer ruptura parcial ou total. Se um tendão do bíceps sofrer ruptura completa, o tendão se separa completamente do osso. Como resultado, as pessoas geralmente não conseguem mover o braço em certas direções. Se a ruptura do tendão for apenas parcial, o movimento não é afetado, mas o tendão pode continuar a romper‑se e, mais tarde, pode romper‑se totalmente, principalmente se as pessoas exercerem pressão substancial no braço.

Sintomas

As rupturas de tendão do bíceps causam dor intensa e súbita no ombro ou próximo ao cotovelo, dependendo da localização da ruptura. A dor é agravada ao se levantar ou puxar peso. Outros sintomas incluem hematomas, inchaço e fraqueza. O músculo descolado pode formar uma protuberância no braço (chamado deformidade de Popeye).

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Ultrassonografia

  • Imagem por ressonância magnética (RM)

Para diagnosticar rupturas do tendão do bíceps, os médicos fazem perguntas detalhadas sobre a lesão e um exame físico minucioso.

As pessoas devem chamar ou consultar um médico se tiverem dor intensa, amplitude de movimento no ombro ou cotovelo limitada ou uma protuberância na parte superior do braço.

A ultrassonografia do ombro é, muitas vezes, também realizada. Ela pode detectar uma ruptura total dos tendões no ombro. A ultrassonografia é menos útil para rupturas parciais e uma ruptura do tendão no cotovelo.

Pode ser feita uma RM para confirmar o diagnóstico, mas em geral não é necessário.

Tratamento

  • Cirurgia

Rupturas do tendão do bíceps no cotovelo são normalmente reparadas cirurgicamente.

No entanto, medidas gerais podem ser tudo o que é necessário para tratar rupturas de tendão do bíceps no ombro se um dos dois tendões estiver intacto. Gelo pode minimizar o inchaço e a dor. O gelo é colocado em um saco plástico, toalha ou pano e aplicado por 15 a 20 minutos por vez, sempre que possível durante as primeiras 24 a 48 horas. Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como ibuprofeno, também podem ser usados para reduzir a dor e a inflamação. Descansar o braço lesionado usando uma tipoia previne mais lesões e pode acelerar a cura.

No entanto, com frequência é necessária uma intervenção cirúrgica para reparar rupturas de tendão no ombro, especialmente quando outras estruturas do ombro, como a coifa dos rotadores, também estão lesionadas. Se os médicos suspeitarem de que esses tendões estejam rompidos, eles encaminham a pessoa a um cirurgião ortopedista.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Lesão de menisco medial
Vídeo
Lesão de menisco medial
A articulação do joelho é composta por três ossos principais: o fêmur, ou osso da coxa; a...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Abrasão corneana
Modelo 3D
Abrasão corneana

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS