Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Dedo em martelo

Por

Danielle Campagne

, MD, University of San Francisco - Fresno

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

No dedo em martelo, a ponta do dedo se dobra e não consegue endireitar-se. Isso é geralmente provocado por uma lesão de tendão.

O dedo em martelo ocorre geralmente quando há ruptura do tendão que prende o osso ao músculo da ponta do dedo. Este tendão (chamado o tendão extensor) é usado para endireitar a ponta do dedo. Geralmente, o tendão é rompido quando uma força faz com que a ponta do dedo se dobre para trás mais do que o normal. Uma causa comum é o impacto de uma bola de beisebol na ponta do dedo. Assim, o dedo em martelo às vezes é chamado de dedo de beisebol.

Um ou mais dedos podem ser afetados. Às vezes, também há luxação da articulação.

Quando o tendão se rompe, ele pode puxar um fragmento de osso do dedo (chamado uma fratura por arrancamento). Quando ocorre uma fratura por arrancamento, a cartilagem na extremidade do osso afetado (a superfície da articulação) também é fraturada.

Dedo em martelo

As pessoas com dedo em martelo não conseguem endireitar a extremidade do dedo.

Dedo em martelo

Sintomas

O dedo geralmente fica dolorido, inchado e com hematomas imediatamente depois da lesão. A articulação permanece flexionada. A pessoa não consegue endireitá-la. Ocasionalmente, há acúmulo de sangue sob a unha (chamado um hematoma subungueal).

Diagnóstico

  • Exame físico

  • Radiografias para verificar se há fraturas

Em geral, os médicos conseguem diagnosticar o dedo em martelo ao examinar o dedo.

Normalmente são tiradas radiografias em vários ângulos diferentes para verificar se há fratura.

Tratamento

  • Uma tala

Geralmente, os médicos endireitam o dedo, depois colocam uma tala para mantê-lo numa posição ligeiramente virada para cima (em extensão). A tala é usada por seis a oito semanas.

Raramente, quando uma fratura envolve uma grande parte da superfície da articulação ou quando a articulação está deslocada, é necessário cirurgia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Ligamento cruzado anterior
Vídeo
Ligamento cruzado anterior
O ligamento cruzado anterior, ou LCA, está localizado no centro do joelho, junto do ligamento...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Abrasão corneana
Modelo 3D
Abrasão corneana

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS