Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Considerações gerais sobre doenças infecciosas

Por

Larry M. Bush

, MD, FACP, Charles E. Schmidt College of Medicine, Florida Atlantic University

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

Os micro-organismos são seres vivos microscópicos, tais como bactérias e vírus. Os micro-organismos estão presentes por toda a parte. Apesar de sua grande abundância, relativamente poucas das milhares de espécies de micro-organismos invadem, se multiplicam e causam doença nas pessoas.

Muitos micro-organismos vivem sobre a pele, na boca, nas vias respiratórias superiores, no intestino e nos órgãos genitais (sobretudo na vagina) sem causar doenças (consulte Flora habitual). A possibilidade de um micro-organismo permanecer como companheiro inofensivo ou invadir o organismo e provocar uma doença depende da natureza do micro-organismo e do estado das defesas naturais da pessoa ( Defesas contra infecção e Defesas contra infecção).

Tabela
icon

Tipos de organismos infecciosos

Tipo

Descrição

Exemplos

Alguns distúrbios que podem ser resultantes

As bactérias são organismos microscópicos unicelulares, sem núcleo.

Estreptococos pyogenes

Faringite (faringite estreptocócica)

Escherichia coli

Os vírus são organismos infecciosos minúsculos, muito menores do que um fungo ou uma bactéria. Eles não podem se reproduzir por conta própria. Eles têm de invadir uma célula viva e usar a maquinaria celular para se reproduzir.

Varicela zóster

Rinovírus

Fungos não são plantas nem animais. O tamanho deles varia de microscópicos a facilmente observados a olho nu. Eles incluem leveduras, bolores e cogumelos.

Candida albicans

Trichophyton

Parasitas são organismos que sobrevivem vivendo no interior de outro organismo, geralmente muito maior (o hospedeiro). Os parasitas incluem lombrigas e organismos unicelulares chamados protozoários (que, ao contrário das bactérias, possuem um núcleo).

Enterobius vermicularis (uma espécie de oxiúro)

Plasmodium falciparum (uma espécie de protozoário)

Certos micro-organismos têm o potencial de serem utilizados como armas biológicas. Esses micro-organismos incluem os que causam carbúnculo, brucelose, febre hemorrágica (infecção pelo vírus Ebola e infecção pelo vírus Marburg), peste, varíola e tularemia, além dos que produzem toxina botulínica. Cada uma das doenças é potencialmente fatal e, com exceção do carbúnculo, do botulismo e da tularemia, elas podem ser transmitidas de uma pessoa a outra. A transmissão direta de pessoa a pessoa da brucelose é extremamente rara.

Efeitos da infecção

As infecções podem afetar apenas parte do corpo (uma infecção local) ou o corpo todo (uma infecção sistêmica). Abscessos e infecções da bexiga urinária são exemplos de infecções locais. Infecções sistêmicas graves podem ter efeitos potencialmente fatais, como sepse ou choque séptico.

Os sintomas de infecção podem incluir febre, pulso acelerado, respiração mais rápida, ansiedade e confusão.

A maioria dos efeitos desaparece quando a infecção é tratada de forma eficaz.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS