Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Rifamicinas

Por

Brian J. Werth

, PharmD, University of Washington School of Pharmacy

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

As rifamicinas são antibióticos que agem suprimindo a produção de material genético pelas bactérias. Consequentemente, as bactérias morrem.

As rifamicinas incluem:

  • Rifabutina

  • Rifampicina

  • Rifapentina

  • Rifaximina

Rifampicina, rifabutina e rifapentina são usadas em combinação com outros antibióticos para tratar tuberculose e infecções relacionadas à tuberculose. Elas têm efeitos colaterais semelhantes.

A rifampicina é frequentemente usada em combinação com outros antibióticos para tratar lepra, bem como articulações e válvulas artificiais infectadas por estafilococos.

A rifaximina é usada para tratar a diarreia do viajante causada por Escherichia coli (E. coli).

Tabela
icon

Rifamycins

Medicamentos

Usos comuns

Alguns efeitos colaterais

Rifampicina

Rifabutina

Rifapentina

Para a rifampicina: Lepra

Erupção cutânea

Disfunção do fígado

Distúrbio gastrointestinal

Saliva, suor, lágrimas e urina de cor avermelhada-alaranjada

Interações com muitos medicamentos, o que muitas vezes requer alterações na dose

Rifaximina

Náusea, vômito, dor abdominal e flatulência

Uso de rifamicinas durante a gravidez e a amamentação

As rifamicinas são usadas durante a gravidez somente quando os benefícios do tratamento superam os riscos. Com rifabutina, não foram observados efeitos prejudiciais no feto em estudos com animais; porém, ainda não foram realizados estudos bem definidos em mulheres grávidas. Com rifampicina e rifapentina, foram observados efeitos prejudiciais no feto (inclusive defeitos congênitos) em estudos com animais. (Consulte também Uso de medicamentos durante a gravidez).

Não se recomenda o uso de rifamicinas durante a amamentação. A decisão de interromper a amamentação ou de interromper a rifampicina deve ser tomada dependendo da importância do medicamento para a saúde da mãe. (Consulte também Utilização de medicamentos durante a amamentação).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS