Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Convulsões em crianças

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa mai 2020| Última modificação do conteúdo mai 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

O que são convulsões?

Convulsões são alterações nos sinais elétricos do cérebro.

  • O cérebro é formado por células nervosas

  • As células nervosas se comunicam entre si por meio de sinais elétricos

  • Uma convulsão ocorre se um número excessivo de células nervosas enviar sinais ao mesmo tempo

O que acontece com a criança durante uma convulsão?

A convulsão ocorre da mesma maneira tanto em crianças como em adultos. Quando um número excessivo de células nervosas envia sinais, o cérebro da criança não consegue desvendá-los, o que faz com que coisas anormais aconteçam. Por exemplo, a criança pode:

  • Cair e começar a ter tremores no corpo todo

  • Perder a consciência ou ficar confusa

Geralmente, depois de alguns minutos, as células nervosas voltam a se comportar normalmente e a criança volta ao normal.

O que é a epilepsia?

A epilepsia é quando uma pessoa continua a ter convulsões por muito tempo.

Algumas crianças têm uma única convulsão que nunca mais se repete e não têm epilepsia. A criança com epilepsia tem muitas convulsões, mas o número de convulsões varia. Algumas crianças têm apenas uma ou duas convulsões por ano. Algumas crianças apresentam convulsões todos os dias.

O que causa as convulsões na criança?

A maioria dos médicos não sabe o que faz com que uma criança tenha convulsões.

Às vezes, as convulsões são causadas por danos cerebrais decorrentes de:

  • Falta de oxigênio durante o parto

  • Traumatismo craniano

  • Defeitos congênitos do cérebro

  • Infecções no cérebro (por exemplo, meningite)

  • Problemas hereditários no equilíbrio químico do organismo, um quadro clínico denominado distúrbio metabólico

  • Uso de drogas ilícitas pela mãe durante a gestação

Às vezes, febre alta causa uma convulsão (convulsão febril) em crianças pequenas.

Qual é a aparência de uma convulsão?

É possível que um recém-nascido que está tendo uma convulsão:

  • Estale os lábios ou faça movimentos de mastigação

  • Olhe em direções diferentes com cada olho

  • Fique com o corpo mole

Geralmente, os recém-nascidos não têm tremores no corpo todo como ocorre em crianças mais velhas que estão tendo uma convulsão.

É possível que um bebê mais velho ou uma criança pequena que está tendo uma convulsão:

  • Caia e tenha uma convulsão (movimentos bruscos e involuntários dos braços e pernas)

  • Curve as costas e tenha uma aparência rígida

  • Ter o olhar fixo ou ficar confuso

Às vezes, a convulsão afeta apenas uma parte do corpo, como o braço e a perna de um lado.

Durante a convulsão, a criança não está ciente do que está acontecendo e não consegue falar nem responder. Contudo, a criança continua respirando. Após a convulsão, a criança geralmente fica um pouco confusa. A confusão pode durar uma ou duas horas.

As convulsões podem causar danos cerebrais?

As convulsões não causam danos no cérebro da criança a menos que elas durem muito tempo, normalmente uma hora ou mais. A maioria das convulsões dura apenas alguns minutos.

O que deve ser feito se uma criança estiver tendo uma convulsão?

  • Deite a criança de lado no chão

  • Mantenha a criança afastada de coisas que podem machucar (por exemplo, escadas ou objetos pontiagudos)

  • Não ofereça nada de beber ou comer à criança até que ela esteja completamente acordada

Apesar do que é dito por aí:

  • NUNCA coloque nada na boca da criança

  • NUNCA tente segurar a língua da criança

Chame uma ambulância se:

  • A convulsão durar mais que cinco minutos

  • A criança tiver se machucado durante a convulsão

  • A criança estiver com dificuldade para respirar após a convulsão

  • Outra convulsão ocorrer imediatamente

  • Essa for a primeira vez que a criança tem uma convulsão

Se a criança tiver um distúrbio convulsivo, converse com o médico para saber quando, onde e com que urgência a criança deve ser vista por um médico caso ela tenha outra convulsão.

O que o médico faz depois que a criança teve uma convulsão?

O que o médico faz depende dos fatores a seguir:

  • Essa é a primeira convulsão da criança

  • Se a criança já teve convulsões antes e já realizou exames para tentar encontrar a causa

Essa é a primeira convulsão da criança

No caso da primeira convulsão, é muito importante que o médico procure por uma causa prejudicial. Depois de examinar a criança, o médico geralmente realiza exames. Esses exames podem incluir:

  • Exames de sangue

  • Exames de urina (análise de urina)

  • Exames de TC, RM ou ultrassonografia (exames de imagem do cérebro para tentar detectar a presença de determinadas anomalias cerebrais)

  • Punção lombar, um procedimento em que o médico insere uma agulha na região lombar da criança para retirar uma amostra do líquido que rodeia o cérebro e a medula espinhal

Se os exames forem normais, o médico pode realizar um exame denominado EEG para medir os sinais elétricos do cérebro.

  • Durante esse exame, o técnico cola pequenos eletrodos adesivos na cabeça da criança

  • Fios conectam os eletrodos adesivos até o aparelho de EEG que registra os sinais do cérebro

  • O EEG pode ser realizado tanto com a criança acordada como dormindo

A criança já teve convulsões antes

Se a criança já teve convulsões antes e já realizou exames, o médico geralmente não se preocupa muito, a menos que:

  • As convulsões sejam diferentes do normal, ou

  • As convulsões estejam ocorrendo com mais frequência do que o normal

Nesses casos, a criança deve ser vista pelo médico, e ele pode repetir alguns exames. Se a criança estiver tomando medicação para prevenir convulsões, o médico geralmente realiza exames de sangue para ter certeza de que a quantidade de medicação na corrente sanguínea da criança é suficiente.

Se a criança tiver uma convulsão que é parecida com as convulsões anteriores, então pode não ser necessária uma consulta médica. Converse com o médico com antecedência para saber o que é preciso fazer se a criança tiver outra convulsão.

De que maneira o médico trata as convulsões?

Para cessar uma convulsão

A maioria das crianças não precisa de tratamento durante a convulsão para fazer com que ela cesse.

Algumas convulsões duram mais que 15 minutos. Para esse tipo de convulsão, o médico administra à criança medicamentos pela veia (por via intravenosa) para cessar a convulsão.

Para prevenir uma convulsão

  • Em geral, as crianças que apenas tiveram uma convulsão que durou apenas alguns minutos não precisam de tratamento para prevenir as convulsões

  • Geralmente, o médico receita medicamentos para prevenir as convulsões (anticonvulsivantes) em crianças que tiveram convulsões muitas vezes ou que duraram muito

Alguns casos muito graves de epilepsia não conseguem ser controlados por medicamentos. Nesse caso, a criança pode realizar cirurgia do cérebro ou outro procedimento médico para ajudar a evitar a ocorrência de convulsões no futuro.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Reabilitação após amputação de membro
Após a amputação do braço, a maioria das pessoas são adaptadas a um braço artificial. Qual dos seguintes componentes de um braço artificial permite que uma pessoa controle os movimentos com mais precisão?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS