Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Secreção vaginal

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O que é secreção vaginal?

Secreção vaginal é um corrimento que sai da vagina (canal vaginal).

Ter secreção vaginal é normal?

Toda a mulher tem um pouco de secreção vaginal às vezes. A secreção vaginal normal é de coloração esbranquiçada ou rala e transparente, sem nenhum tipo de odor.

Quando a secreção vaginal é anormal?

A secreção vaginal é anormal se ela for:

  • Mais abundante ou mais espessa que o normal

  • Branca e grumosa (como queijo cottage)

  • De coloração acinzentada, esverdeada, amarelada ou levemente sanguinolenta

  • Tiver odor fétido, como um odor de peixe

No caso de secreção vaginal anormal, a mulher pode também ter prurido (coceira), queimação, erupção cutânea ou sensibilidade na vulva (a área do lado de fora da abertura da vagina).

O que causa a secreção vaginal anormal?

Não há causas de secreção vaginal que sejam de fato perigosas.

A causa mais comum de secreção vaginal anormal é:

  • Infecção na vagina: candidíase ou doenças sexualmente transmissíveis, como gonorreia e clamídia

Outras causas de secreção vaginal anormal incluem:

  • Cremes, pós, sabonetes ou outros itens que entram em contato com a vulva e causam irritação

  • Se a menopausa já tiver passado e a mucosa da vagina estiver fina e seca

Causas de secreção vaginal em crianças incluem:

  • Infecções provocadas por não limpar direito ou não lavar as mãos corretamente após defecar

  • Produtos químicos em espumas de banho ou sabonetes

  • Algo está preso na vagina, como um pedaço de papel higiênico ou um brinquedo

  • Abuso sexual

Quando é preciso consultar um médico?

O médico deve ser consultado no prazo de um dia, se a mulher tiver secreção vaginal e qualquer um dos sinais de alerta a seguir:

  • Dor no ventre ou dor pélvica intensa, ou dor que persiste por mais de 2 horas

  • Secreção vaginal com aspecto purulento

  • Febre

  • Excrementos (fezes) na secreção vaginal

  • Uma secreção sanguinolenta depois da menopausa

Se uma criança tiver febre ou secreção de cor amarelada ou esverdeada e malcheirosa, ela pode ter uma DST (doença sexualmente transmissível), possivelmente provocada por abuso sexual. Essa criança precisa ser examinada pelo médico no mesmo dia.

O médico deve ser consultado em alguns dias, se a mulher tiver secreção vaginal anormal, mas nenhum sinal de alerta.

Infecção fúngica

Se a mulher já tiver tido infecção fúngica, ela provavelmente não precisa consultar o médico toda vez que apresentar os sintomas típicos, a menos que ela também tenha outros sintomas. Os sintomas habituais são uma secreção vaginal espessa e grumosa de cor esbranquiçada, acompanhado de prurido e queimação na vulva. As infecções fúngicas devem ser tratadas com medicamentos antifúngicos.

O que acontece durante a consulta médica?

O médico faz perguntas sobre a secreção vaginal e quaisquer outros sintomas.

O médico costuma realizar um exame pélvico. Durante o exame pélvico, o médico olha dentro da vagina e utiliza um pequeno instrumento chamado espéculo para mantê-la aberta. É possível que o médico use um cotonete para coletar uma amostra da secreção vaginal e a envia para ser examinada.

De que maneira o médico trata a secreção vaginal anormal?

O médico trata a causa da secreção, se for possível. Por exemplo, se a mulher tiver uma infecção causada por uma bactéria, o médico receita antibióticos para serem tomados por via oral.

Se a mulher estiver tendo dor e coceira, o médico pode também orientar que ela:

  • Mantenha a vulva o mais limpa o possível

  • Aplique compressas de gelo na vulva

  • Tome banho de banheira em água morna

  • Pare de usar cremes, pós, sabonetes ou outros itens que causam irritação na vulva

  • Aplique medicamentos (por exemplo, cremes à base de corticosteroides)

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Parto
Vídeo
Parto
Durante a gravidez, o útero da mulher nutre e protege o feto em desenvolvimento. Uma gravidez...
Gravidez ectópica
Vídeo
Gravidez ectópica
Durante a ovulação, um óvulo é lançado de um ovário da mulher a cada mês. Fímbrias, pequenas...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS