Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Infecção vaginal por fungo (candidíase)

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
Recursos do assunto

O que é a candidíase?

Candida é um tipo de fungo. Alguns tipos de Candida habitam a vagina o tempo todo. A vagina conecta o útero (o local onde o bebê se desenvolve durante a gestação) até o exterior do corpo. Às vezes, ela é chamada de canal vaginal. A candidíase ocorre quando um número excessivo de fungos cresce na vagina.

  • Essas infecções ocorrem com muita frequência e geralmente não são graves

  • Infecções fúngicas são mais comuns em mulheres grávidas, com diabetes ou que estejam tomando antibióticos

  • Os sintomas podem piorar na semana anterior ao início da menstruação e incluem prurido vaginal e secreção vaginal

  • Medicamentos antifúngicos são utilizados para tratar a candidíase

Órgãos genitais femininos internos

Órgãos genitais femininos internos

Quais são os sintomas da candidíase?

  • Coceira na vagina e vulva (a área na parte externa do corpo, ao redor da abertura da vagina)

  • Uma secreção vaginal espessa e esbranquiçada com aspecto de queijo cottage

Os sintomas podem piorar na semana anterior ao início da menstruação.

Como o médico sabe que a mulher está com candidíase?

O médico suspeita de candidíase com base nos sintomas da mulher. Para ter certeza, o médico realiza um exame pélvico. Durante um exame pélvico, o médico examina a vulva e a vagina. Para poder ver dentro da vagina, o médico utiliza um pequeno instrumento chamado espéculo para mantê-la aberta. Durante o exame, o médico utiliza um cotonete para coletar uma amostra da secreção vaginal e a envia para ser examinada.

De que maneira o médico trata a candidíase?

A candidíase é tratada com medicamentos antifúngicos. Eles estão disponíveis nas seguintes apresentações:

  • Cremes, pomadas ou supositórios que são colocados na vagina (podem ser adquiridos sem receita médica)

  • Comprimidos com receita que são tomados por via oral

Os óleos em pomadas e cremes antifúngicos podem enfraquecer preservativos de látex. Se a mulher estiver planejando ter relações sexuais enquanto estiver usando um desses medicamentos, ela deve usar outro método contraceptivo, como um diafragma, juntamente com um preservativo para prevenir doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Se a mulher tiver um risco elevado de ter candidíase, talvez ela precise tomar um medicamento antifúngico por via oral para prevenir esse tipo de infecção. O uso prolongado de antibióticos faz com que a mulher tenha um risco maior de ter candidíase.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS