Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Fígado

Por

Christina C. Lindenmeyer

, MD, Cleveland Clinic

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O fígado, em forma de cunha, consiste no maior e, em determinados aspectos, mais complexo órgão do corpo. É considerado a indústria química do organismo e desempenha muitas funções vitais, desde a regulação das concentrações de compostos químicos presentes no organismo até a produção de substâncias que intervêm na coagulação do sangue (fatores de coagulação) durante uma hemorragia. (Veja também Considerações gerais sobre o fígado e a vesícula biliar.)

Funções do fígado

O fígado produz cerca de metade do colesterol do corpo. O resto vem de alimentos. A maior parte do colesterol produzido pelo fígado é utilizado para fazer a bile, um líquido espesso amarelo-esverdeado e viscoso que ajuda na digestão. O colesterol é também necessário na síntese de determinados hormônios, incluindo estrogênio, testosterona e hormônios adrenais, sendo igualmente um componente essencial de todas as membranas celulares. O fígado produz também outras substâncias, incluindo proteínas, usadas pelo organismo para realizar suas funções. Por exemplo, os fatores de coagulação são proteínas necessárias para estancar as hemorragias. A albumina é uma proteína necessária para manter a pressão dos líquidos na corrente sanguínea.

Os açúcares são armazenados no fígado sob a forma de glicogênio, sendo fragmentados, posteriormente, e liberados na corrente sanguínea sob a forma de glicose, de acordo com as necessidades do organismo – por exemplo, durante o sono, quando uma pessoa passa muitas horas sem comer e os níveis de glicose no sangue se encontram muito baixos.

O fígado também transforma as substâncias tóxicas (toxinas) ou nocivas absorvidas pelo intestino ou produzidas noutros locais pelo organismo e elimina-as sob a forma de substâncias inócuas, lançando-as na bile ou no sangue. Subprodutos excretados na bile entram no intestino e deixam o corpo pelas fezes. As substâncias lançadas no sangue são filtradas pelos rins e, posteriormente, eliminadas na urina. O fígado é também responsável por transformar quimicamente (metabolizar) os medicamentos (consulte Metabolismo dos medicamentos), tornando-os inativos ou mais fáceis de eliminar do organismo.

Provimento de sangue ao fígado

O fígado recebe sangue diretamente do coração e também do intestino, assim como acontece em todos os órgãos. O sangue proveniente dos intestinos contém quase tudo que foi absorvido pelos intestinos, incluindo nutrientes, medicamentos e, às vezes, toxinas. Esse sangue flui por pequenos capilares localizados na parede intestinal e desembocam na veia porta, que, por sua vez, penetra no fígado. No interior desse órgão, o sangue circula por uma rede de pequenos canais, onde são processados os nutrientes digeridos e as toxinas.

A artéria hepática leva o sangue do coração ao fígado. Esse sangue transporta oxigênio para o tecido hepático, assim como colesterol e outras substâncias para serem processadas. Por fim, o sangue proveniente do intestino e do coração mistura-se no tecido hepático e retorna ao coração pela veia hepática.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Visão geral do fígado e da vesícula biliar
Vídeo
Visão geral do fígado e da vesícula biliar
Modelos 3D
Visualizar tudo
Dentro do fígado
Modelo 3D
Dentro do fígado

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS