honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Controle da micção

Por

Patrick J. Shenot

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa abr 2020| Última modificação do conteúdo abr 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Os rins estão constantemente produzindo urina, que flui através de dois canais (os ureteres) para a bexiga, onde a urina é armazenada (veja a Figura: Visualização do trato urinário). A parte mais baixa da bexiga (o colo da bexiga) é rodeada por um músculo (esfíncter urinário) que permanece contraído para manter fechado o canal que transporta a urina para o exterior do corpo (a uretra), de forma que a urina é retida na bexiga até estar cheia.

Quando a bexiga está cheia, as mensagens se deslocam ao longo da bexiga para a medula espinhal. As mensagens são, então, transmitidas para o cérebro e a pessoa toma consciência da urgência de urinar. A pessoa que controla a micção pode decidir de forma consciente e voluntária se quer eliminar a urina da bexiga ou retê-la durante algum tempo. Quando se decide urinar, o músculo do esfíncter relaxa e deixa que a urina flua pela uretra, ao mesmo tempo em que os músculos da bexiga se contraem para expulsar a urina para o exterior. Os músculos da parede abdominal e do assoalho pélvico também podem se contrair voluntariamente para aumentar a pressão sobre a bexiga.

Diversas doenças são capazes de interferir no controle da diurese, dentre elas

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Feature.AlsoOfInterst.SocialMedia

PRINCIPAIS