Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Considerações gerais sobre o programa de reabilitação pulmonar

Por

Andrea R. Levine

, MD, University of Maryland School of Medicine;


Jason Stankiewicz

, MD, University of Maryland Medical Center

Última revisão/alteração completa mar 2020| Última modificação do conteúdo mar 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

Reabilitação pulmonar é o uso de exercício, orientação e intervenção comportamental para melhorar o modo como as pessoas com doença pulmonar crônica funcionam na vida diária, de modo a melhorar sua qualidade de vida.

A reabilitação pulmonar é um programa destinado a pessoas com doença pulmonar crônica. Seu objetivo principal é permitir que pessoas atinjam e mantenham seu nível máximo de independência e capacidade. Embora a maior parte dos programas de reabilitação pulmonar se concentre nas pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), pessoas com outros tipos de doença pulmonar também podem se beneficiar.

Programas de reabilitação pulmonar podem melhorar a qualidade de vida

  • Diminuindo a falta de ar

  • Aumentando a tolerância a exercícios

  • Promovendo uma sensação de bem-estar

  • Diminuindo o número de hospitalizações

No entanto, esses programas não aumentam a sobrevida significativamente.

A reabilitação pulmonar antes e depois da cirurgia pode beneficiar pessoas com câncer sendo submetidas a uma ressecção pulmonar, pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica passando por cirurgia para redução do volume pulmonar e pessoas com doença pulmonar grave recebendo um transplante de pulmão.

Os programas de reabilitação pulmonar geralmente são conduzidos no ambulatório (em outras palavras, a pessoa comparece a consultas regulares em um consultório ou clínica) ou na residência da pessoa.

Programas de reabilitação pulmonar podem ser usados antes da doença pulmonar se tornar grave. Até mesmo pessoas com uma doença menos grave podem se beneficiar da terapia para diminuição da falta de ar e para aumentar a capacidade de se exercitar.

Os programas de reabilitação mais bem-sucedidos são serviços prestados por terapeutas respiratórios ou fisioterapeutas, enfermeiros, médicos, psicólogos ou assistentes sociais e nutricionistas trabalhando como equipe de reabilitação pulmonar para coordenar serviços médicos complexos. A maioria das pessoas se inscreve nesses programas por 8 a 12 semanas. No entanto, as técnicas aprendidas durante o programa devem continuar sendo utilizadas em casa após a conclusão do programa de reabilitação, ou os progressos obtidos serão perdidos.

A terapia respiratória auxiliar que inclui oxigenoterapia e fisioterapia respiratória, pode ser usada juntamente com a reabilitação pulmonar. Também pode ser utilizada terapia de apoio para pessoas não inscritas nesses programas, mas que têm problemas pulmonares crônicos (como fibrose cística ou bronquiectasia) ou quadros clínicos pulmonares agudos (como pneumonia).

Inclusão de pacientes e determinação de objetivos

A primeira etapa para os membros da equipe é determinar os objetivos de curto e longo prazos para cada pessoa. Por exemplo, um idoso pode querer levar seu neto ou neta até o ônibus escolar todos os dias. Se a pessoa for capaz de caminhar apenas 90 metros devido à falta de ar, mas precisar andar 300 metros até o ponto de ônibus, seu objetivo inicial de curto prazo seria aumentar a distância de caminhada, começando com pequenos incrementos. Os membros da equipe devem motivar o paciente a estabelecer objetivos realistas. A reavaliação periódica (semanal) é importante para garantir que esses objetivos estejam sendo alcançados.

É também importante que os membros da equipe identifiquem fatores que possam limitar a efetividade do programa de tratamento para uma pessoa específica. Esses fatores podem incluir problemas com recursos financeiros, transporte para o centro de reabilitação, cognição (especialmente com respeito a uso correto de dispositivos para a administração de medicamentos inalatórios) e dinâmica familiar. Um exemplo de problema cognitivo seria uma pessoa que tem uma doença pulmonar e que também sofre de demência. Para esse tipo de pessoa, torna-se necessária uma abordagem específica para melhorar sua compreensão. Um exemplo de problema com a dinâmica familiar seria quando uma pessoa inscrita no programa depende de um prestador de cuidados inapto a auxiliar a pessoa com sua reabilitação em casa. É importante que os membros da equipe reconheçam esses problemas e planejem estratégias para ajudar a pessoa.

Também devem ser estabelecidos os objetivos de longo prazo, e os membros da equipe devem ensinar as pessoas a reconhecer as alterações dos quadros clínicos pulmonares para que o médico seja rapidamente informado. O tratamento pode precisar ser modificado em resposta a alterações nos sintomas.

Componentes da reabilitação pulmonar

Um programa de reabilitação pulmonar tem vários componentes, incluindo

  • Prática de exercícios

  • Treino dos músculos inspiratórios

  • Eletroestimulação neuromuscular

  • Aconselhamento psicossocial

  • Avaliação e aconselhamento nutricionais

  • Orientação, incluindo o uso correto de medicamentos prescritos

Prática de exercícios

A prática de exercícios é o componente mais importante da reabilitação pulmonar. Ela reduz os efeitos da inatividade e falta de condicionamento, resultando em menor falta de ar e maior capacidade de praticar exercícios. Algumas limitações físicas, no entanto, podem restringir os tipos de prática de exercícios que podem ser usados.

Exercícios aeróbicos e treinos de força são componentes importantes do treino com exercícios para pessoas com distúrbios pulmonares.

O exercício das pernas é fundamental para o treinamento. Como a caminhada é essencial na maioria das atividades diárias, muitos programas de reabilitação utilizam a caminhada (algumas vezes em esteiras) como atividade física preferencial. Algumas pessoas preferem se exercitar em bicicleta ergométrica. A escolha de uma modalidade de exercício que seja confortável e satisfatória para a pessoa aumenta as chances de envolvimento em longo prazo.

A prática de exercícios para os braços também é indicada em pacientes com doenças pulmonares crônicas que sentem falta de ar ou outros sintomas durante a realização de suas atividades cotidianas normais, como lavar o cabelo ou fazer a barba. Tais exercícios são necessários porque a doença pulmonar crônica pode causar perda muscular e alguns músculos dos ombros são utilizados tanto na respiração como na movimentação dos braços. Atividades envolvendo trabalho com os braços podem sobrecarregar esses músculos rapidamente.

Treino dos músculos inspiratórios

Treino dos músculos inspiratórios (TMI) é um componente frequente da reabilitação pulmonar. Com o TMI, a pessoa usa exercícios e dispositivos respiratórios para fortalecer os músculos envolvidos na respiração. TMI é geralmente usado juntamente com exercícios aeróbicos tradicionais e ajuda a diminuir a falta de ar e a aumentar a capacidade da pessoa de se exercitar.

Eletroestimulação neuromuscular

A eletroestimulação neuromuscular (EENM) usa um dispositivo que aplica um impulso elétrico, através da pele, em músculos selecionados para estimular a contração e, assim, fortalecer esses músculos. A EENM pode ser eficaz em pessoas com uma doença pulmonar e/ou cardíaca grave, porque não causa a falta de ar que costuma impedir a participação dessas pessoas em treinos com exercícios comuns.

Aconselhamento psicossocial

Depressão e ansiedade são reações comuns às mudanças de vida vividas por uma pessoa com uma doença pulmonar. Além disso, a falta de ar pode, por si só, causar ansiedade e depressão, afetar a atividade sexual e dificultar o gerenciamento de períodos de estresse e relaxamento. Com aconselhamento, terapia em grupo e, quando necessário, tratamento farmacológico, as pessoas podem lidar melhor com esses problemas psicossociais. Algumas vezes, os familiares participam do trabalho de aconselhamento, para ajudá-los a lidar com o estresse envolvido no tratamento de uma pessoa com doença pulmonar.

Avaliação e aconselhamento nutricionais

As pessoas com doença pulmonar geralmente precisam de avaliação e aconselhamento nutricionais. Por exemplo, pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica mais grave apresentam perda de peso com frequência. Programas de reabilitação pulmonar ajudam a evitar a perda de peso e a manter a massa muscular. As pessoas devem ser ensinadas a comer de modo que possam manter uma ingestão calórica adequada e a evitar o consumo exagerado de alimentos, que pode interferir na respiração. Alternativamente, algumas pessoas ganham peso devido a um nível de atividade reduzido. Nesse caso, a respiração aumenta a demanda em um sistema respiratório já sobrecarregado. Essas pessoas se beneficiam com a perda de peso.

Uso de medicamentos e orientação

Pessoas com doença pulmonar grave normalmente usam vários medicamentos. A administração desses medicamentos deve ser realizada de acordo com instruções precisas e um cronograma complexo. Através de um programa de reabilitação, as pessoas podem aprender sobre as doses e os horários adequados para todos os medicamentos que precisarem tomar. A educação frequentemente inclui informações sobre a natureza da doença pulmonar e sobre o papel da terapia medicamentosa, incluindo os benefícios esperados, efeitos colaterais potenciais e a técnica adequada para o uso de medicamentos inaláveis. Os programas devem monitorar cuidadosamente o quanto as pessoas estão seguindo as instruções e fornecer orientações a elas e a seus familiares sobre a importância do uso adequado.

As pessoas também aprendem sobre a necessidade de parar de fumar, sobre estratégias respiratórias (como respiração com lábios franzidos, na qual expirações são iniciadas com os lábios fechados para diminuir a frequência respiratória e a falta de ar) e sobre os princípios de conservação da energia física.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS