Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Pneumonia em pessoas imunocomprometidas

Por

Sanjay Sethi

, MD, University at Buffalo SUNY

Última revisão/alteração completa abr 2019| Última modificação do conteúdo abr 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

Pneumonia é uma infecção dos pulmões. As pneumonias em pessoas cujo sistema imunológico está enfraquecido (por exemplo, por causa da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS), câncer, transplante de órgãos ou de certos medicamentos) são, frequentemente, causadas por organismos diferentes dos que causam pneumonia em pessoas saudáveis.

  • As pneumonias causadas por micro-organismos que não causam frequentemente a doença em pessoas saudáveis podem ocorrer em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido.

  • Os sintomas variam, mas podem incluir falta de ar, tosse e febre.

  • Radiografias torácicas são frequentemente combinadas a exames de amostras de sangue e escarro para fazer o diagnóstico.

  • Antibióticos ou medicamentos antifúngicos ou antivirais são usados para tratar esta pneumonia, e qualquer problema no sistema imunológico é tratado.

Pessoas imunocomprometidas têm um sistema imunológico enfraquecido ou comprometido. O sistema imune defende o corpo contra micro-organismos capazes de causar uma infecção.

Em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido, uma pneumonia pode ser causada por muitos micro-organismos, incluindo aqueles que, em geral, não causam pneumonia. Muitos quadros clínicos podem causar o enfraquecimento do sistema imunológico, incluindo

  • Câncer e medicamentos quimioterápicos usados para tratar o câncer

  • Defeitos nos glóbulos brancos

  • Doenças como AIDS

  • Certos medicamentos (como corticosteroides, quimioterápicos e medicamentos usados para tratar doenças autoimunes ou doenças do tecido conjuntivo)

Causas

Em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido, uma pneumonia pode ser causada pelos mesmos micro-organismos que causam a pneumonia adquirida na comunidade, mas pode ser causada por organismos incomuns ou atípicos.

Pneumocystis jiroveci é um fungo comum que pode residir inofensivamente nos pulmões de pessoas saudáveis. Ele geralmente causa pneumonia apenas quando as defesas do organismo estão enfraquecidas por causa da AIDS, de um transplante de órgãos, câncer ou do uso de medicamentos que alteram o sistema imune. Geralmente, a pneumonia por P. jiroveci é a primeira indicação de que uma pessoa com o vírus da imunodeficiência humana (HIV) desenvolveu AIDS.

Outros fungos como Aspergillus e Candida, bactérias como Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae e vírus como citomegalovírus e herpes simplex também causam pneumonia em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido.

Sintomas

Os sintomas de pneumonia em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido podem ser os mesmos observados para pneumonia adquirida na comunidade e incluem o seguinte:

  • Uma sensação geral de fraqueza (mal-estar)

  • Tosse com expectoração (muco espesso ou com coloração alterada)

  • Falta de ar

  • Febre

  • Calafrios

  • Dor torácica

Esses sintomas podem se desenvolver de forma rápida ou lenta.

A maioria das pessoas com pneumonia por P. Jirovecii desenvolvem febre, falta de ar e tosse seca, muitas vezes lentamente. Os pulmões podem não ser capazes de fornecer oxigênio suficiente para o sangue, causando falta de ar, que, algumas vezes, é grave.

Diagnóstico

  • Radiografia do tórax

  • Exame microscópico de amostra do escarro (muco espesso ou com coloração alterada)

  • Culturas de sangue

  • Oximetria de pulso

O diagnóstico de pneumonia em uma pessoa com um sistema imunológico enfraquecido se baseia nos sintomas da pessoa, nos resultados de uma radiografia do tórax ou TC e nos resultados de exames de escarro e de sangue.

As radiografias de tórax podem ser normais ou mostrar sinais de infecção.

Os médicos colhem amostras de escarro administrando um tratamento com vapor que faz com que a pessoa tussa profundamente (induzindo a produção de escarro) ou inserindo um broncoscópio (pequeno tubo flexível com uma câmera) nas vias aéreas. Amostras de escarro obtidas através da indução da tosse e, especialmente aquelas obtidas com um broncoscópio, são menos propensas a conter saliva e têm mais chances de permitir que os médicos identifiquem o organismo causador da pneumonia do que as amostras de escarro expectoradas.

Em geral, os médicos coletam uma amostra de sangue para tentar fazer crescer (cultivar) as bactérias no laboratório e identificá-las.

As pessoas que têm um sistema imunológico enfraquecido podem ter níveis baixos de oxigênio no sangue. Os médicos podem medir os níveis de oxigênio no sangue, sem coletar uma amostra de sangue, por meio de um sensor colocado em um dedo ou no lobo de uma orelha. Esse exame é chamado oximetria de pulso.

Prognóstico

Mesmo quando a pneumonia é tratada, a taxa global de mortes é maior do que para pessoas, em geral saudáveis, com pneumonia adquirida na comunidade porque as infecções são muito mais difíceis de serem tratadas em pessoas com problemas no sistema imunológico e porque estas pessoas tendem a estar muito mais doentes, mesmo antes do início da pneumonia.

A taxa global de morte para as pessoas com pneumonia por P. Jirovecii é alta.

Prevenção

Os médicos com frequência oferecem tratamentos que ajudam a reforçar o sistema imunológico da pessoa e a prevenir uma pneumonia. Por exemplo, em pessoas cujo sistema imunológico tenha sido enfraquecido pelo tratamento do câncer, os médicos podem administrar um medicamento denominado fator estimulador de colônia de granulócitos, para aumentar a produção de glóbulos brancos (o tipo de células que luta contra infecções).

As pessoas que estão em risco de pneumonia causada por bactérias devem receber vacinações contra pneumococcus e Haemophilus influenzae.

A combinação antibiótica trimetoprima/sulfametoxazol pode ser usada para ajudar a prevenir pneumonia por P. jirovecii em pessoas com risco. Os efeitos colaterais desses medicamentos, que são particularmente comuns em pessoas com AIDS, incluem erupções cutâneas, número reduzido de glóbulos brancos que combatem infecções e febre. Os tratamentos medicamentosos alternativos para prevenção são dapsona ou pentamidina.

Tratamento

  • Antibióticos, antivirais ou antifúngicos

  • Tratamento de qualquer problema do sistema imunológico

O tratamento da pneumonia depende de

  • Problema específico do sistema imunológico

  • Gravidade da doença

  • Organismos que podem estar causando a infecção

Os médicos geralmente dão um antibiótico que seja eficaz contra muitos organismos (antibióticos de amplo espectro). Se o quadro clínico da pessoa não melhorar, os médicos podem adicionar outro medicamento que seja eficaz contra vírus ou fungos.

Terapias para melhorar o sistema imunológico também são importantes para o tratamento de pneumonia em pessoas com problemas no sistema imunológico. Os medicamentos que suprimem o sistema imunológico (como quimioterápicos e medicamentos usados para tratar doenças autoimunes) devem ser, temporariamente, suspensos até que a infecção se resolva.

As pessoas com pneumonia por P. Jirovecii recebem a combinação antibiótica de trimetoprima/sulfametoxazol. Os medicamentos alternativos são dapsona, atovaquona, clindamicina e pentamidina. Algumas pessoas também recebem o corticosteroide prednisona.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS