Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Degeneração macular relacionada à idade (DMRI)

(degeneração senil da mácula)

Por

Sonia Mehta

, MD, Vitreoretinal Diseases and Surgery Service, Wills Eye Hospital, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa abr 2022| Última modificação do conteúdo abr 2022
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) causa lesão progressiva da mácula, a área central e mais vital da retina, tendo como consequência a perda gradual da visão central.

  • A visão central fica debilitada, perdendo detalhes e linhas retas podem parecer onduladas.

  • As alterações oculares que caracterizam a degeneração macular podem ser identificadas pelo médico com o uso de instrumentos especializados durante o exame.

  • Suplementos dietéticos podem ajudar a retardar a progressão dessa doença.

  • Para algumas pessoas podem ser necessárias injeções no olho e tratamentos a laser.

A retina é a estrutura transparente, sensível à luz localizada na parte posterior do olho. A parte central da retina, denominada mácula, contém alta densidade de células fotorreceptoras. Essas células reproduzem as imagens visuais mais nítidas e são responsáveis pela visão central e a visão em cores.

A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é a causa mais comum de perda irreversível da visão central em pessoas com idade mais avançada. É igualmente comum entre homens e mulheres. Ela é mais comum em pessoas brancas.

Causas da DMRI

Os seguintes são fatores de risco para degeneração macular relacionada à idade:

Tipos

Há dois tipos principais de DMRI:

  • Seca (não exsudativa ou atrófica)

  • Úmida (neovascular ou exsudativa)

Toda DMRI inicia-se como do tipo seca. Algumas pessoas (cerca de 10%) desenvolvem DMRI úmida. Cerca de 85% das pessoas com DMRI apresentam apenas o tipo seco. Embora relativamente poucas pessoas tenham o tipo úmido, 80% a 90% da perda de visão grave causada por DMRI resulta do tipo úmido.

A DMRI do tipo secafaz com que os tecidos da mácula fiquem mais finos à medida que as células desaparecem. Acúmulo de resíduos de bastonetes e cones podem produzir depósitos na retina (a estrutura transparente, e sensível à luz na parte posterior do olho) chamados drusa (manchas amarelas). Os dois olhos podem ser afetados ao mesmo tempo na forma seca. Parece não haver cicatrização ou hemorragia ou perda de algum outro líquido na mácula.

A DMRI úmida se desenvolve quando vasos sanguíneos anormais se desenvolvem na frente da coroide (a camada de vasos sanguíneos localizada entre a retina e a camada branca externa do olho, chamada esclera) sob a mácula, deixando vazar sangue e fluidos (daí a descrição de "úmida"). Com o passar do tempo, desenvolve-se um montículo de tecido cicatricial sob a mácula. A forma úmida se desenvolve primeiro em um olho, mas também pode afetar os dois olhos.

Sintomas da DMRI

DMRI do tipo seca

Na DMRI do tipo seca, a perda da visão central ocorre vagarosamente e sem dor ao longo dos anos. A pessoa pode ter poucos ou nenhum sintoma; mas, quando há sintomas, em geral ocorrem nos dois olhos. Os objetos podem parecer esmaecidos ou pouco detalhados, tornando mais difícil a leitura. Com a progressão da doença, em geral aparecem os pontos cegos centrais (escotomas) podendo muitas vezes comprometer a visão. A maioria das pessoas retém visão o suficiente para ler e dirigir.

DMRI do tipo úmida

Na DMRI do tipo úmida, a perda de visão tende a progredir rapidamente, em geral em dias ou semanas, e pode haver perda súbita se um dos vasos sanguíneos anormais se romper. O primeiro sintoma pode ser uma zona de embaçamento, ondulação ou visão central distorcida. A visão nas extremidades externas do campo visual (visão periférica) em geral não fica afetada. A DMRI do tipo úmida quase sempre afeta um olho de cada vez. O que resulta em dificuldade em ler ou ver televisão.

A AMD pode prejudicar gravemente a visão e pode levar à cegueira legal no olho afetado.

Diagnóstico da DMRI

  • Um exame médico dos olhos

  • Possivelmente fotografias em cores, angiografia com fluoresceína e tomografia de coerência óptica

Em geral, os médicos diagnosticam degeneração macular relacionada à idade (DMRI) examinando os olhos com o oftalmoscópio (foco de luz através de lentes de aumento, que chega à parte posterior do olho). A lesão na retina quase sempre é visível mesmo antes da progressão dos sintomas. Para confirmar o diagnóstico de DMRI do tipo úmida, o médico pode tirar fotos coloridas da retina ou fazer uma angiografia por fluoresceína Angiografia Diversos testes podem ser realizados para confirmar um problema ocular ou determinar a extensão ou gravidade de um distúrbio oftalmológico. Cada olho é submetido separadamente a esses exames... leia mais . A tomografia de coerência óptica Tomografia de coerência óptica Diversos testes podem ser realizados para confirmar um problema ocular ou determinar a extensão ou gravidade de um distúrbio oftalmológico. Cada olho é submetido separadamente a esses exames... leia mais , um estudo de imagens, pode frequentemente ajudar no diagnóstico da DMRI do tipo úmida e avaliar como a pessoa está respondendo ao tratamento.

Tratamento da DMRI

  • Suplementos dietéticos

  • Medicamentos e procedimentos a laser

  • Auxílios para pessoas com baixa visão e aconselhamento

Atualmente não há tratamento disponível para reverter o dano causado pelo tipo seco. Não se recomenda tratamento quando a doença for leve. Parar de fumar pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

Suplementos dietéticos

Suplementos alimentares são recomendados para pessoas com DMRI intermediária ou avançada em um olho. As pessoas podem reduzir seu risco de desenvolver DMRI avançada tomando os seguintes suplementos:

  • Zinco

  • Cobre

  • Vitamina C

  • Vitamina E

  • Luteína mais zeaxantina (para pessoas que fumaram no passado ou que fumam atualmente)

  • Betacaroteno ou vitamina A (para pessoas que não fumam e nunca fumaram)

Pessoas usuárias de produtos derivados do tabaco nos últimos sete anos não devem fazer uso de betacaroteno ou vitamina A porque esses suplementos podem aumentar o risco de câncer pulmonar. Luteína mais zeaxantina pode ser utilizada em seu lugar. Homens que tomam esse suplemento têm um risco maior de desenvolver problemas do trato urinário e da próstata, e as mulheres, um maior risco de apresentar incontinência urinária por estresse Incontinência urinária em adultos A incontinência urinária é a perda involuntária de urina. A incontinência pode ocorrer em homens e mulheres em qualquer idade, mas é mais comum em mulheres e idosos, afetando cerca de 30% das... leia mais Incontinência urinária em adultos . O betacaroteno pode fazer com que a pele se torne amarela.

O controle dos fatores de risco para a aterosclerose (como pressão alta) e a ingestão regular de alimentos contendo ácidos graxos ômega 3 e a ingestão de mais verduras verde escuras podem ajudar a retardar a progressão da degeneração macular relacionada à idade. No entanto, tomar suplementos de ácidos graxos ômega 3 não retarda a progressão da doença.

Tratamentos medicamentosos e procedimentos a laser

Na DMRI do tipo úmida, medicamentos como ranibizumabe, bevacizumabe, aflibercepte ou brolucizumabe podem ser injetados no olho (injeção intravítrea) para que os novos vasos sanguíneos parem de vazar. Esses medicamentos, chamados agentes anti-VEGF (fator de crescimento endotelial vascular), funcionam reduzindo o crescimento de novos vasos sanguíneos e edema (inchaço). As injeções intravítreas de anti-VEGF, que precisam ser repetidas a cada um a três meses, podem reduzir o risco de perda de visão e ajudar a recuperar a visão para leitura em um terço das pessoas. Os primeiros relatórios sugerem que o brolucizumabe pode ter um risco maior de efeitos colaterais (por exemplo, inflamação no olho e/ou problemas com a artéria que irriga a retina Obstrução das artérias centrais da retina e ramificações das artérias da retina Uma artéria na retina (a estrutura transparente e sensível à luz localizada na parte posterior do olho) pode ficar obstruída causando perda de visão repentina e indolor. Normalmente o médico... leia mais ) do que outros medicamentos similares.

Recentemente, um sistema de administração por porta implantável para ranibizumabe se tornou disponível para o tratamento da DMRI úmida. Esse implante colocado cirurgicamente é permanente, libera ranibizumabe continuamente no humor vítreo (a substância transparente, semelhante a gel, no globo ocular, que lhe confere sua forma arredondada) e pode ser reabastecido repetidamente.

Outro tratamento é a terapia fotodinâmica. Nesse tratamento, uma substância que sensibiliza os vasos sanguíneos da retina ao raio laser é injetada em uma veia do braço; e depois é disparado um raio de luz laser para destruir os vasos sanguíneos anômalos. Se os novos vasos sanguíneos não estiverem diretamente sob a mácula, pode ser usado um laser térmico para destruir esses vasos sanguíneos antes que causem mais lesões.

Raramente é realizada uma cirurgia para DMRI do tipo úmida.

Adaptação à perda de visão

As lentes de aumento, óculos de leitura de alta resolução, lentes telescópicas e dispositivos de aumento de circuitos fechados de televisão podem ajudar as pessoas com deficiência visual. Usuários de computador podem escolher a partir de uma série de ferramentas de ajuda para a deficiência visual (consulte a barra lateral O que são ferramentas de ajuda para a deficiência visual? O que são auxílios para deficiências da visão? O que são auxílios para deficiências da visão? ). Por exemplo, um dispositivo projeta uma imagem melhorada do computador até a área saudável da retina. Alguns tipos de software exibem dados em caracteres grandes, ou reproduzem esses dados em voz alta (sintetizador de voz). Livros eletrônicos (e-books) podem tornar a leitura mais fácil por permitir que as pessoas ajustem o tamanho da fonte e o nível de contraste. Para pessoas com perda de visão central, permanente e grave causada por DMRI, um telescópio em miniatura implantável pode ser utilizado.

O aconselhamento referente aos tipos de serviços disponíveis para pessoas com visão comprometida é aconselhável e é tipicamente prestado por um especialista em deficiência visual (um oftalmologista ou optometrista especializado no tratamento de pessoas com visão comprometida).

Mais informações

Seguem alguns recursos em inglês que podem ser úteis. Vale ressaltar que O MANUAL não é responsável pelo conteúdo desses recursos.

    • American Macular Degeneration Foundation: As últimas informações sobre a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), incluindo dicas sobre vida saudável e oportunidades para apoiar pesquisas sobre a prevenção, tratamento e cura da DMRI.

    • National Eye Institute: Um recurso para aprender sobre a saúde ocular (em inglês e espanhol) para adultos e crianças, bem como acesso a campanhas de divulgação. Basta digitar o termo de busca apropriado.

    • Prevenir cegueira, doenças e quadros clínicos oculares: Diversas informações sobre a DMRI e outras doenças oculares que enfatizam as opções de tratamento (incluindo suplementos nutricionais que podem ser úteis no controle do quadro clínico) e dicas sobre como viver com visão subnormal.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS