Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Calázio e terçol (hordéolo)

Por

James Garrity

, MD, Mayo Clinic College of Medicine

Última revisão/alteração completa jun 2019| Última modificação do conteúdo jun 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

Calázios são aumentos de uma glândula sebácea (similar a uma espinha) fundo na pálpebra causados por uma obstrução da abertura da glândula. Terçóis são, geralmente, folículos ciliares infectados.

O calázio está inflamado, mas não infectado. O terçol em geral se deve a uma infecção por estafilococo. Às vezes a pessoa também tem blefarite (inflamação das bordas palpebrais). Uma pessoa pode ter um ou dois terçóis em toda a vida, mas outras apresentam esta infecção de forma repetitiva. Raramente um terçol (hordéolo) se forma em uma das glândulas mais profundas da pálpebra (terçol interno).

Sintomas

Calázio

Primeiro, o calázio pode causar pálpebras inchadas, dor leve e irritação. No entanto, esses sintomas desaparecem poucos dias depois e fica um volume arredondado e indolor na pálpebra que cresce lentamente durante a primeira semana. Por vezes, o edema continua a crescer e pode chegar a exercer pressão sobre o globo ocular, provocando ligeira turvação. Por baixo da pálpebra pode surgir uma zona vermelha ou cinzenta.

Terçol (hordéolo)

O terçol em geral começa com rubor, sensibilidade e dor na borda da pálpebra. Depois surge uma pequena área arredondada, sensível e inchada. O olho pode lacrimejar, ficar sensível à luz intensa e provocar a sensação de ter algo no seu interior (sensação de corpo estranho). Em geral, apenas uma parte muito pequena da pálpebra fica inchada, mas outras vezes a pálpebra inteira incha. Na maioria dos casos, surge um ponto amarelo diminuto no centro da zona inchada, normalmente na borda da pálpebra. O terçol tende a se romper depois de 2 a 4 dias, liberando uma pequena quantidade de material (frequentemente pus) e resolvendo o problema.

No caso de um terçol interno, dor e outros sintomas podem ser mais intensos do que com terçol externo. Dor, vermelhidão e edema tendem a ocorrer debaixo da pálpebra. Algumas vezes a inflamação é grave e pode ser acompanhada de febre e calafrios.

Diagnóstico

  • Exame médico

Os médicos baseiam o diagnóstico de calázio e terçol nos achados durante o exame.

Tratamento

  • Para calázio e terçol, compressas quentes

  • Algumas vezes, cirurgia ou antibióticos para terçol

Calázio

A maioria dos calázios desaparece sem tratamento em 2 a 8 semanas. Se forem aplicadas compressas quentes várias vezes ao dia (por exemplo, de 5 a 10 minutos 2 a 3 vezes por dia), o calázio pode desaparecer mais rapidamente. Se o calázio permanecer depois desse período ou se provocar alterações na visão, o médico pode drená-lo ou injetar um corticosteroide. Os calázios não são causados por infecção, portanto os antibióticos normalmente não têm efeito.

Terçol (hordéolo)

O melhor tratamento é aplicar compressas quentes. O calor favorece o amadurecimento, ruptura e drenagem espontânea do terçol. O médico pode precisar drenar um terçol externo que não se resolve com compressas. Como esse tipo de terçol raramente se rompe por si só, um médico deve drenar o terçol cirurgicamente. Os terçóis internos tendem a reaparecer.

Embora os antibióticos aplicados diretamente no olho sejam algumas vezes utilizados para tratar terçóis, eles geralmente não ajudam muito, uma vez que os terçóis tendem a se resolver dentro de alguns dias, mesmo sem utilizá-los. Às vezes, antibióticos são administrados se houver uma infecção circundando o olho ou no caso de terçóis internos após a cirurgia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Degeneração macular
Vídeo
Degeneração macular
A degeneração macular, comumente referida como ARMD ou degeneração macular associada à idade...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Glaucoma
Modelo 3D
Glaucoma

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS