Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Excesso de vitamina E

(Intoxicação por Vitamina E)

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última revisão/alteração completa nov 2020| Última modificação do conteúdo nov 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A intoxicação por vitamina E é rara, mas ocasionalmente doses elevadas causam um risco de hemorragia, bem como fraqueza muscular, fadiga, náuseas e diarreia.

  • O maior risco da intoxicação por vitamina E é o sangramento.

  • O diagnóstico costuma ser feito com base nos sintomas da pessoa.

  • Interromper a ingestão de suplementos de vitamina E e tomar vitamina K, se necessário, resolve os sintomas.

A vitamina E (tocoferol) é um antioxidante: Protege as células contra lesões causadas pelos radicais livres, que são subprodutos da atividade celular normal e que participam das reações químicas com as células. Algumas destas reações podem ser prejudiciais (consulte também Considerações gerais sobre vitaminas Considerações gerais sobre vitaminas As vitaminas são uma parte vital de uma dieta saudável. Foi determinada a ingestão diária recomendada (IDR) para a maioria das vitaminas, ou seja, a quantidade diária que a maioria das pessoas... leia mais ).

Muitas pessoas tomam suplementos de vitamina E para ajudar a prevenir certas doenças. Os suplementos de vitamina E não protegem contra doenças cardíacas e dos vasos sanguíneos. Não existe evidência convincente de que a vitamina E, mesmo em doses elevadas, retarde a progressão da doença de Alzheimer. Há controvérsias quanto a se suplementos de vitamina E protegem contra a doença de Alzheimer e discinesia tardia (movimentos involuntários repetitivos da boca, da língua, dos braços ou das pernas – que é um efeito colateral dos medicamentos antipsicóticos) e se aumentam ou diminuem o risco de câncer de próstata.

A vitamina E, assim como as vitaminas A, D e K, é uma vitamina lipossolúvel, a qual se dissolve em gordura, e é mais bem absorvida quando ingerida juntamente com alguma gordura. Boas fontes de vitamina E incluem óleos vegetais, nozes, sementes, verduras de folhas verdes e gérmen de trigo.

Muitos adultos ingerem quantidades relativamente grandes de vitamina E durante meses ou anos, sem qualquer dano aparente. Contudo, doses elevadas de vitamina E podem aumentar o risco de sangramento, principalmente em adultos que também estão sob tratamento com anticoagulantes (particularmente a varfarina), que tornam o sangue menos propenso a coagular. Ocasionalmente, os adultos que ingerem doses muito altas desenvolvem fraqueza muscular, cansaço, náuseas e diarreia.

O diagnóstico de intoxicação por vitamina E toma por base o histórico da pessoa com relação ao uso de suplementos de vitamina E e os sintomas.

O tratamento da intoxicação por vitamina E consiste na interrupção da ingestão de suplementos de vitamina E. Se necessário, é administrada vitamina K, que ajuda o sangue a coagular, parar o sangramento.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS