Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Deficiência de vitamina K

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Revisado/Corrigido: nov 2022
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

A deficiência de vitamina K é mais comum em bebês, especialmente naqueles que são amamentados. A deficiência pode causar sangramento; portanto, todos os recém-nascidos devem receber uma injeção de vitamina K.

  • Sangramento, o principal sintoma, pode ser fatal em recém-nascidos.

  • Exames de sangue para verificar a rapidez da coagulação sanguínea podem confirmar o diagnóstico.

  • Todos os recém-nascidos devem receber uma injeção de vitamina K.

  • Suplementos de vitamina K tomados por via oral ou injetados sob a pele podem corrigir a deficiência.

A vitamina K apresenta-se sob duas formas:

  • Filoquinona: Esta forma ocorre em plantas e é consumida na dieta. É mais bem absorvida quando é consumida juntamente com gordura. A filoquinona não é tóxica.

  • Menaquinona: Essa forma é produzida por bactérias no intestino, mas apenas pequenas quantidades são produzidas. Em alguns países, essa forma é usada para suplementação.

A vitamina K, assim como as vitaminas A, D e E, é uma vitamina lipossolúvel Vitaminas lipossolúveis As vitaminas são uma parte vital de uma dieta saudável. Foi determinada a ingestão diária recomendada (IDR) para a maioria das vitaminas, ou seja, a quantidade diária que a maioria das pessoas... leia mais , a qual se dissolve em gordura, e é mais bem absorvida quando ingerida juntamente com alguma gordura. Boas fontes de vitamina K incluem verduras de folhas verdes (como couve-galega, espinafre e couve-de-folhas) e óleo de soja e de canola.

A vitamina K é necessária para a síntese das proteínas que ajudam a controlar o sangramento (fatores de coagulação Fatores de coagulação sanguínea Hemostasia é a maneira como o corpo faz com que vasos sanguíneos lesionados parem de sangrar. Ela inclui a coagulação do sangue. Muito pouca coagulação pode fazer uma pequena lesão sangrar excessivamente... leia mais ) e, por isso, para a coagulação normal do sangue. Ela também é necessária para a saúde dos ossos e outros tecidos.

A deficiência de vitamina K pode causar doença hemorrágica no recém-nascido, caracterizada por uma tendência à hemorragia. Deve-se administrar uma injeção de vitamina K aos recém-nascidos para protegê-los dessa doença. Bebês amamentados que não receberem essa injeção ao nascer ficam especialmente suscetíveis à deficiência de vitamina K, porque o leite materno contém apenas pequenas quantidades dessa vitamina. A doença hemorrágica é mais provável em bebês que estão sendo amamentados ou que apresentem um transtorno que prejudique a absorção de gordura ou uma doença hepática. As fórmulas lácteas infantis contêm vitamina K. O risco é também maior se a mãe tiver tomado medicamentos anticonvulsivantes (por exemplo, fenitoína), anticoagulantes (que tornam o sangue menos propenso a coagular) ou determinados antibióticos.

Você sabia que...

  • Os recém-nascidos correm o risco de apresentar deficiência de vitamina K, porque eles não recebem uma quantidade suficiente de vitamina K antes do nascimento e porque eles ainda não conseguem sintetizar a vitamina K por conta própria.

Em adultos saudáveis, a deficiência de vitamina K não é comum uma vez que muitas verduras verdes contêm vitamina K e bactérias no intestino produzem vitamina K.

Se uma pessoa tiver deficiência de vitamina K, tomar varfarina ou anticoagulantes relacionados interfere na síntese dos fatores de coagulação (que ajudam o sangue a coagular) e pode aumentar a probabilidade de ter hemorragia ou agravá-la. Anticoagulantes Anticoagulação para embolia pulmonar A embolia pulmonar é a obstrução de uma artéria do pulmão (artéria pulmonar) pelo acúmulo de material sólido trazido através da corrente sanguínea (êmbolo), geralmente um coágulo de sangue ... leia mais são indicados para pessoas com quadros clínicos que aumentam o risco de ter coágulos sanguíneos. Esses quadros clínicos incluem repouso prolongado no leito (por exemplo, devido a lesão ou doença), recuperação após uma cirurgia e ter fibrilação atrial Fibrilação atrial e flutter atrial Fibrilação atrial e flutter atrial são descargas elétricas muito rápidas que fazem com que os átrios (câmaras superiores do coração) se contraiam muito rapidamente, e alguns desses impulsos... leia mais (um ritmo cardíaco irregular e anormal). Pessoas que tomam varfarina precisam fazer exames de sangue periodicamente para verificar a rapidez com que seu sangue coagula.

Causas da deficiência de vitamina K

A deficiência de vitamina K pode ocorrer devido ao seguinte:

Recém-nascidos são propensos à deficiência de vitamina K devido ao seguinte:

  • Apenas pequenas quantidades de vitamina K passam da mãe para o feto durante a gravidez.

  • Durante os primeiros dias após o nascimento, o intestino do recém-nascido ainda não adquiriu bactérias para a produção de vitamina K.

Sintomas da deficiência de vitamina K

O principal sintoma da deficiência de vitamina K é o sangramento (hemorragia) sob a pele (que causa manchas negras), nasal, de uma ferida, do estômago ou do intestino. O sangramento no estômago, às vezes, provoca vômitos com sangue. É possível ver sangue na urina ou nas fezes, ou as fezes podem ter uma cor negra.

As hemorragias no cérebro ou em volta dele são potencialmente fatais para os recém-nascidos.

Ter uma doença hepática aumenta o risco de apresentar hemorragia, porque os fatores de coagulação são produzidos pelo fígado.

A deficiência de vitamina K também pode debilitar os ossos.

Diagnóstico da deficiência de vitamina K

  • Exames de sangue

O médico suspeita da presença de deficiência de vitamina K quando ocorre sangramento anormal em pessoas com quadros clínicos que as colocam em risco.

Exames de sangue para medir a rapidez da coagulação sanguínea podem confirmar o diagnóstico. Saber a quantidade de vitamina K consumida pela pessoa ajuda o médico a interpretar o resultado desses exames de sangue. Às vezes, os níveis de vitamina K no sangue são medidos.

Tratamento da deficiência de vitamina K

  • Em caso de recém-nascidos, injeção de vitamina K

  • Em caso de deficiência, vitamina K via oral ou injetável

Uma injeção intramuscular de vitamina K é recomendada para todos os recém-nascidos para reduzir o risco de hemorragia no cérebro após o parto.

Se uma deficiência de vitamina K for diagnosticada, essa vitamina costuma ser administrada por via oral ou por injeção subcutânea. Se a causa for um medicamento, será ajustada a dose do medicamento ou será administrada uma dose extra de vitamina K.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS