Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Considerações gerais sobre distúrbios de coagulação sanguínea

Por

Joel L. Moake

, MD, Baylor College of Medicine

Última revisão/alteração completa jan 2020| Última modificação do conteúdo jan 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Distúrbios de coagulação (coagulatórios) do sangue são disfunções na capacidade do organismo de controlar a formação de coágulos de sangue. Essas disfunções podem resultar em

  • Coagulação deficiente, o que leva ao sangramento anormal (hemorragia)

  • Coagulação excessiva, o que leva ao surgimento de coágulos de sangue (trombose)

Hemorragia anormal significa que as pessoas apresentam hematomas e sangram com muita facilidade (consulte também Formação de hematomas e hemorragia e Como o sangue coagula). A hemorragia anormal pode resultar de distúrbios nos seguintes:

Distúrbios de coagulação ocorrem quando o organismo é incapaz de produzir quantidades suficientes das proteínas que são necessárias para ajudar o sangue a coagular, interrompendo a hemorragia. Essas proteínas são chamadas de fatores de coagulação. Todos os fatores de coagulação são sintetizados no fígado. O fígado necessita de vitamina K para produzir alguns dos fatores de coagulação.

Algumas vezes, há uma anomalia na coagulação do sangue que aumenta o risco de coagulação (chamada de trombofilia).

Os distúrbios de coagulação podem ser

  • Hereditários

  • O resultado de algum outro distúrbio

Os distúrbios de coagulação hereditários mais comuns são

As causas principais de distúrbios de coagulação que surgem em consequência de outro distúrbio são

Exames de coagulação do sangue

Uma medição comumente feita e que influi na capacidade do corpo de parar sangramentos é a contagem do número de plaquetas. Menos frequentemente, os médicos analisam o funcionamento das plaquetas. Outros exames podem medir o funcionamento geral e coordenado das muitas proteínas necessárias para a coagulação normal do sangue (fatores de coagulação). Os mais comuns desses exames são o tempo de protrombina (TP) e o tempo de tromboplastina parcial (TTP). Os níveis de fatores de coagulação individuais também podem ser determinados.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS