Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Leucocitose neutrofílica

Por

Mary Territo

, MD, David Geffen School of Medicine at UCLA

Última revisão/alteração completa jan 2020| Última modificação do conteúdo jan 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A leucocitose neutrofílica é uma quantidade anormalmente elevada de neutrófilos (um tipo de glóbulo branco) no sangue.

Os neutrófilos são um tipo de glóbulo branco que ajuda o organismo a combater infecções e a curar lesões. Os neutrófilos podem aumentar em resposta a diversos quadros clínicos ou distúrbios, incluindo:

  • Infecções

  • Lesões

  • Distúrbios inflamatórios

  • Certos medicamentos

  • Certas leucemias

A causa mais comum de um aumento do número de neutrófilos é:

  • A resposta normal do corpo a uma infecção

Em muitos casos, o aumento do número de neutrófilos é uma reação necessária do corpo à medida que ele tenta curar ou repelir um microrganismo invasor ou substância estranha. Infecções por bactérias, vírus, fungos e parasitas podem todas aumentar o número de neutrófilos no sangue.

O número de neutrófilos pode aumentar em pessoas com lesões, tais como fraturas do quadril ou queimaduras. Alguns distúrbios inflamatórios, incluindo as doenças autoimunes como artrite reumatoide, podem causar um aumento no número e na atividade dos neutrófilos. Alguns medicamentos, como os corticosteroides, também levam a um aumento do número de neutrófilos no sangue. As leucemias mieloides podem levar ao aumento do número de neutrófilos imaturos ou maduros no sangue.

Um número elevado de neutrófilos pode não causar sintomas. Entretanto, muitas vezes as pessoas têm sintomas do distúrbio que está causando o aumento do número de neutrófilos.

Síndrome de hiperviscosidade

Muito raramente, em pessoas com leucemia, níveis extremamente elevados de neutrófilos imaturos (mais de 100.000 células por microlitro de sangue [100 × 109 por litro]) podem fazer o sangue ficar muito espesso e causar problemas respiratórios, AVC e morte. Este problema constitui uma emergência médica e requer hospitalização para que possam ser administrados líquidos pela veia e medicamentos para reduzir a contagem de glóbulos brancos (hidroxiureia e medicamentos quimioterápicos). Às vezes, um tipo de tratamento filtrador de sangue (leucaférese) é usado para retirar os glóbulos brancos do sangue.

Diagnóstico

  • Exames de sangue

Os médicos fazem com frequência um exame de sangue chamado hemograma completo. Esse exame pode ser feito devido a muitos sintomas diferentes, incluindo sinais de infecção (tais como febre, tosse ou dores abdominais), ou sinais de doença crônica (como perda de peso ou fadiga).

Caso os médicos descubram uma elevação do número de neutrófilos e não haja uma razão clara, como uma infecção óbvia, uma amostra de sangue é visualizada ao microscópio para determinar se neutrófilos imaturos (mieloblastos) estão deixando a medula óssea e entrando no sangue. Neutrófilos imaturos no sangue podem indicar a presença de um distúrbio da medula óssea, como a leucemia.

Quando são encontrados neutrófilos imaturos no sangue, os médicos, em geral, coletam uma amostra de medula óssea (exame da medula óssea).

Tratamento

  • Tratamento do distúrbio subjacente

Um aumento do número de neutrófilos maduros no sangue não costuma constituir um problema por si mesmo. Assim, os médicos se concentram em tratar o quadro clínico ou distúrbio que causou o aumento do número de neutrófilos.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS