Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Anemia por deficiência de ferro

Por

Evan M. Braunstein

, MD, PhD, Johns Hopkins School of Medicine

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A anemia ferropriva resulta de depósitos de ferro baixos ou esgotados, que são necessários para se produzir glóbulos vermelhos.

  • Hemorragia excessiva é a causa mais comum.

  • As pessoas podem sentir fraqueza, falta de ar e parecer pálidas.

  • Exames de sangue podem detectar baixos níveis de ferro.

  • São usados suplementos de ferro para restaurar os níveis de ferro.

A anemia ferropriva em geral se desenvolve lentamente porque pode levar diversos meses até as reservas de ferro do corpo serem esgotadas. À medida que as reservas de ferro vão diminuindo, a medula óssea gradualmente produz menos glóbulos vermelhos. Quando as reservas se esgotam, os glóbulos vermelhos não estão apenas reduzidos em número, mas são também anormalmente pequenos.

A deficiência de ferro é uma das causas mais comuns de anemia e perda de sangue é a causa mais comum da deficiência de ferro nos adultos. Nos homens e em mulheres após a menopausa, a deficiência de ferro em geral indica hemorragia no trato digestivo. Em mulheres na pré-menopausa, a hemorragia menstrual é a causa mais comum da deficiência de ferro. A deficiência de ferro também pode resultar de escassez de ferro na dieta em bebês, crianças pequenas, meninas adolescentes e mulheres grávidas.

Você sabia que...

  • Nos Estados Unidos, a anemia raramente resulta da ingestão de pouco ferro, uma vez que é adicionado ferro suplementar a muitos alimentos.

Sintomas

Os sintomas da anemia ferropriva tendem a se desenvolver gradualmente e são similares aos sintomas produzidos por outros tipos de anemia, tais como fadiga, fraqueza e palidez. Muitas pessoas com anemia ferropriva grave apresentam um quadro denominado pica. Pessoas com pica têm desejo de ingerir algo, geralmente gelo, mas, às vezes, substâncias que não são alimentos, como terra, lama ou giz.

Diagnóstico

  • Exames de sangue

Depois que exames de sangue mostram que uma pessoa tem anemia, são frequentemente realizados exames para a deficiência de ferro. Na deficiência de ferro, os glóbulos vermelhos tendem a ser pequenos e pálidos. Os níveis sanguíneos de ferro e de transferrina (a proteína que transporta o ferro quando ele não está dentro de glóbulos vermelhos) são medidos e comparados.

O exame mais preciso para determinar a deficiência de ferro é a medição do nível de ferritina (uma proteína que armazena o ferro). Um nível baixo de ferritina indica deficiência de ferro. No entanto, os níveis de ferritina são às vezes enganadores porque podem estar falsamente elevados (e, assim, parecer normais) devido a lesões hepáticas, inflamação, infecção ou câncer.

Tratamento

  • Estancamento de hemorragias

  • Suplementos de ferro

Uma vez que hemorragia excessiva é a causa mais comum de deficiência de ferro, o primeiro passo consiste em localizar sua origem e cessar a hemorragia.

A ingestão normal de ferro na dieta em geral não compensa a perda de ferro causada por hemorragia crônica. O corpo, por outro lado, tem uma reserva de ferro muito pequena. Por conseguinte, o ferro perdido precisa ser substituído pelo consumo de suplementos de ferro.

A correção da anemia ferropriva com suplementos de ferro em geral leva de três a seis semanas, mesmo após a cessação da hemorragia. Os suplementos de ferro são em geral tomados por via oral. Os suplementos de ferro tornam as fezes escuras ou pretas e com frequência causam constipação. Os suplementos de ferro são mais bem absorvidos quando tomados 30 minutos antes do café da manhã com uma fonte de vitamina C (suco de laranja ou um suplemento de vitamina C). O uso de suplementos de ferro em geral continua por seis meses após as contagens sanguíneas retornarem ao normal de maneira a repor totalmente as reservas do corpo. Às vezes, o ferro é administrado pela veia (via intravenosa) quando são necessárias grandes quantidades de ferro ou quando a pessoa não consegue tolerar a ingestão de ferro por via oral.

São feitos periodicamente exames de sangue para garantir que o suprimento de ferro seja suficiente.

O tratamento da deficiência de ferro resolve também a pica.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre o sangue
Vídeo
Considerações gerais sobre o sangue
Linfoma não Hodgkin
Vídeo
Linfoma não Hodgkin
O sistema linfático faz parte do sistema imunológico do corpo, que é responsável por mantê-lo...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS