Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Mixomas

Por

Anupama K. Rao

, MD, Rush University Medical Center

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Um mixoma é um tumor cardíaco primário não canceroso que geralmente apresenta forma irregular e consistência gelatinosa.

  • As pessoas podem sentir falta de ar ou desmaiar, bem como apresentar febre ou perda de peso.

  • Os médicos confirmam esse diagnóstico com um ecocardiograma.

  • Uma cirurgia é necessária para remoção do mixoma.

Metade de todos os tumores cardíacos primários (surgidos no coração) são mixomas. Três quartos dos mixomas ocorrem no átrio esquerdo, na câmara do coração que recebe o sangue rico em oxigênio proveniente dos pulmões. Os mixomas geralmente se desenvolvem em mulheres, normalmente entre 40 e 60 anos de idade.

Alguns tipos incomuns de mixomas tendem a ser hereditários. Esses mixomas hereditários (parte do complexo de Carney, uma síndrome de diversos tumores não cancerosos) normalmente se desenvolvem em homens jovens com aproximadamente 25 anos de idade e podem ocorrer em uma ou mais de qualquer uma das câmaras do coração.

Como um mixoma pode bloquear o fluxo sanguíneo no coração

É comum que um mixoma no átrio esquerdo se desenvolva a partir de um pedículo e oscile livremente com o fluxo sanguíneo. Ao oscilar, o mixoma pode mover-se para fora e para dentro da válvula mitral adjacente, que se abre do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo. Esse movimento oscilante pode tapar e destapar a válvula sucessivamente, de modo que o fluxo sanguíneo é interrompido intermitentemente.

Como um mixoma pode bloquear o fluxo sanguíneo no coração

É comum que um mixoma no átrio esquerdo se desenvolva a partir de um pedículo e oscile livremente com o fluxo sanguíneo, como um espirobol. Ao oscilar, ele pode mover-se para fora e para dentro da válvula mitral adjacente, que se abre do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo. Esse movimento oscilante pode tapar e destapar a válvula sucessivamente, de modo que o fluxo sanguíneo é interrompido intermitentemente.

Sintomas

Ao se levantarem, pessoas com mixoma no átrio esquerdo podem sentir falta de ar ou desmaiar. Quando uma pessoa fica em pé, a força da gravidade empurra o mixoma até o interior da abertura da válvula mitral, obstruindo o fluxo sanguíneo que atravessa o coração. Esta obstrução causa uma queda transitória da pressão arterial, pois o coração não consegue bombear muito sangue. Ficar deitado geralmente faz com que o mixoma se afaste da válvula e alivia os sintomas.

Outros sintomas de mixoma incluem

  • Febre

  • Perda de peso

  • Dor articular

  • Síndrome de Raynaud (os dedos das mãos e dos pés ficam frios e doloridos quando expostos ao frio)

Complicações do mixoma

Fragmentos de um mixoma ou coágulos de sangue que se formam na superfície do mixoma se desprendem (convertendo-se em êmbolos), viajam pela corrente sanguínea até outros órgãos e obstruem as artérias nessas regiões. Os sintomas variam dependendo da artéria que estiver bloqueada. Por exemplo, uma artéria bloqueada no cérebro pode causar um acidente vascular cerebral; já uma artéria bloqueada no pulmão pode causar dor e tosse com sangue. Êmbolos são a complicação mais comum dos mixomas.

Outras complicações incluem certas anormalidades sanguíneas. Uma contagem reduzida de hemácias (anemia) pode causar fadiga, fraqueza e palidez. Uma contagem reduzida de plaquetas pode causar problemas de coagulação sanguínea e as pessoas podem apresentar pontos vermelhos (petéquias) ou manchas roxas na pele.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Diagnóstico por imagem

A suspeita de mixoma se dá com base nos sintomas da pessoa. Com um estetoscópio, os médicos podem ouvir um ruído (sopro cardíaco) produzido pelo fluxo sanguíneo anormal. O mixoma pode bloquear o fluxo sanguíneo arterial ou venoso.

Uma vez que diversos sintomas de um mixoma também podem ser causados por vários outros distúrbios, podem ser necessários exames detalhados antes de se determinar um diagnóstico.

Os exames de sangue podem apontar um alto número de leucócitos (indicando inflamação), anemia e baixo número de plaquetas no sangue. Entretanto, nenhum desses testes é conclusivo.

O diagnóstico é confirmado mediante um ecocardiograma. Às vezes podem ser necessários outros exames de imagem, incluindo angiografia, tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM).

Tratamento

  • Cirurgia

A extração cirúrgica do mixoma geralmente cura a pessoa. Após a cirurgia, ecocardiografias são realizadas periodicamente por cerca de cinco anos para garantir que não haja recorrência do mixoma.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Doença arterial periférica
Vídeo
Doença arterial periférica
O sistema cardiovascular inclui o coração, vasos sanguíneos e sangue. O sangue tem muitas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Fibrilação Atrial
Modelo 3D
Fibrilação Atrial

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS