Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Síndrome de QT longo e taquicardia ventricular tipo torsades de pointes

Por

L. Brent Mitchell

, MD, Libin Cardiovascular Institute of Alberta, University of Calgary

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A taquicardia ventricular tipo Torsades de Pointes é um tipo específico de taquicardia ventricular que ocorre em portadores de distúrbios da atividade elétrica cardíaca denominada síndrome do QT longo.

Algumas pessoas com síndrome do QT longo são também surdas de nascença. Em outras pessoas, o problema é causado por baixos níveis séricos de potássio, ritmos cardíacos muito baixos ou uso de um medicamento. É comum que os medicamentos usados para tratar arritmias cardíacas causem a síndrome do QT longo, mas certos antidepressivos e alguns antivirais e antimicóticos podem também causá-la.

Pessoas com síndrome do QT longo podem desenvolver a taquicardia ventricular tipo Torsades de Pointes e, ocasionalmente, fibrilação ventricular. Às vezes, exercícios físicos podem provocar os sintomas (consulte Morte cardíaca súbita em atletas).

Você sabia que...

  • O termo “QT longo” se refere a um padrão anormal de atividade elétrica perceptível no eletrocardiograma (ECG).

Sintomas

Pessoas com síndrome de QT longo podem ter palpitações (percepção dos batimentos cardíacos) se a taquicardia ventricular se desenvolver. Vertigens ou desmaios podem também ser sentidos. A fibrilação ventricular causa parada cardíaca ou colapso súbito.

Diagnóstico

  • Eletrocardiograma

O eletrocardiograma (ECG) é usado para detectar a síndrome de QT longo.

Como algumas formas da síndrome de QT longo são congênitas, pessoas cuja família tenha histórico do distúrbio ou com algum parente que tenha morrido inesperadamente de problemas cardíacos devem fazer exames para detectar a síndrome do QT longo.

Tratamento

  • Conversão do batimento cardíaco ao ritmo normal pela aplicação de um choque elétrico (desfibrilação)

  • Prevenção de episódios posteriores

A desfibrilação é necessária se houver fibrilação ventricular. O médico pode ocasionalmente administrar sulfato de magnésio.

Se algum medicamento for a causa, ele deve ser suspenso.

As pessoas podem ter de limitar suas atividades físicas para evitar recorrências. Pode ser também necessário o uso de betabloqueadores (veja a tabela Alguns medicamentos usados no tratamento de arritmias) ou o implante de um marca-passo artificial ou de um cardioversor desfibrilador.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre o coração e os vasos sanguíneos
Vídeo
Considerações gerais sobre o coração e os vasos sanguíneos
Modelos 3D
Visualizar tudo
Cateterismo da artéria pulmonar
Modelo 3D
Cateterismo da artéria pulmonar

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS