Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Batimentos ventriculares prematuros

(Batimentos ventriculares ectópicos, contrações ventriculares prematuras)

Por

L. Brent Mitchell

, MD, Libin Cardiovascular Institute of Alberta, University of Calgary

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O batimento ventricular prematuro (extrassístole ventricular) é um batimento cardíaco adicional provocado por uma ativação elétrica anormal iniciada nos ventrículos (as câmaras inferiores do coração) antes de um batimento normal.

  • O principal sintoma é a percepção de que o coração pula um batimento.

  • O diagnóstico é estabelecido com base no eletrocardiograma.

  • Frequentemente, os sintomas desaparecem quando os fatores desencadeadores dos batimentos adicionais, como estresse, cafeína e álcool, são evitados.

Extrassístoles ventriculares são comuns, especialmente em idosos. Essa arritmia pode ser causada por estresse físico ou emocional, consumo de cafeína (em bebidas e alimentos) ou de álcool, pelo uso de medicamentos contra a gripe ou rinite alérgica que contenham substâncias cardioestimulantes, como a pseudoefedrina. Outras causas incluem doença arterial coronariana (especialmente durante ou logo após um ataque cardíaco) e distúrbios que causam um aumento do tamanho dos ventrículos, como insuficiência cardíaca e valvulopatias.

Sintomas

As extrassístoles ventriculares isoladas têm pouco efeito sobre a ação de bombeamento do coração e, se não frequentes, são em geral assintomáticas. O principal sintoma é a sensação de um batimento mais forte ou da falta de um batimento (palpitações). Os batimentos prematuros ventriculares não são perigosos, quando não há uma cardiopatia associada. No entanto, se muito frequentes em pessoas com cardiopatias estruturais (como valvulopatia ou um ataque cardíaco) podem ser seguidos de arritmias mais perigosas, como a taquicardia ventricular ou fibrilação ventricular, que podem causar morte súbita.

Diagnóstico

  • Eletrocardiograma

Os batimentos ventriculares prematuros são detectados por eletrocardiograma (ECG).

Tratamento

  • Alterações no estilo de vida

  • Às vezes, betabloqueadores

Em geral, em uma pessoa saudável no demais, o tratamento resume-se a reduzir o estresse e evitar o consumo de cafeína, álcool e de medicamentos contra resfriado e rinite vendidos sem prescrição médica, que contenham cardioestimulantes.

O tratamento medicamentoso raramente é usado, em função de os efeitos colaterais serem normalmente maiores do que os benefícios. Exceções são feitas se os sintomas forem causados por ataque cardíaco recente ou por insuficiência cardíaca. Para tais pessoas, o uso de betabloqueadores pode aumentar a sobrevida (veja a tabela Alguns medicamentos usados no tratamento de arritmias).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Doença arterial periférica
Vídeo
Doença arterial periférica
O sistema cardiovascular inclui o coração, vasos sanguíneos e sangue. O sangue tem muitas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Fibrilação Atrial
Modelo 3D
Fibrilação Atrial

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS