Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Transtorno da ruminação

Por

Evelyn Attia

, MD, Columbia University Medical Center, New York State Psychiatric Institute;


B. Timothy Walsh

, MD, College of Physicians and Surgeons, Columbia University

Última revisão/alteração completa jul 2018| Última modificação do conteúdo jul 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos

A

ruminação é um transtorno alimentar caracterizado pela regurgitação de alimentos após terem sido consumidos. A regurgitação pode ser voluntária
.

  • Algumas pessoas com transtorno da ruminação estão cientes de que o comportamento é socialmente inaceitável e tentam ocultá-lo ou disfarçá-lo.

  • Se a pessoa limitar a quantidade de alimentos que consome (para evitar que os outros a vejam regurgitar), é possível que ela perca peso ou tenha deficiências nutricionais.

  • O médico diagnostica a pessoa com transtorno de ruminação quando ela relata estar regurgitando alimentos repetidamente por um mês ou mais.

  • Técnicas de modificação de comportamento podem ajudar.

A pessoa com esse transtorno regurgita repetidamente os alimentos tê-los ingerido, normalmente todo dia. Ela não tem nenhuma sensação de náusea nem ânsia de vômito involuntária. É possível que a pessoa mastigue novamente o alimento regurgitado e, depois o cuspa ou o engula novamente.

O transtorno de ruminação pode ocorrer em bebês, crianças, adolescentes ou adultos.

Diferente do vômito, que é violento e costuma ser causado por doença, a regurgitação não é violenta e pode ser voluntária. No entanto, é possível que a pessoa relate que simplesmente não consegue parar de fazê-lo.

Algumas pessoas têm consciência de que o comportamento é socialmente inaceitável e tentam disfarçá-lo colocando sua mão sobre a boca ou tossindo. Algumas evitam comer com outras pessoas e não comem antes de uma atividade social ou trabalho, para não regurgitarem em público.

Algumas pessoas limitam a quantidade que comem. As pessoas que cospem o material regurgitado ou que limitam muito a quantidade ingerida podem perder peso ou apresentar deficiências nutricionais.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

Geralmente, o médico diagnostica o transtorno da ruminação quando

É possível que o médico observe a pessoa regurgitando alimentos ou a própria pessoa pode relatar o fato.

Se houver suspeita ou diagnóstico de transtorno da ruminação, o médico avalia o estado nutricional para verificar se houve perda de peso e deficiências nutricionais.

Tratamento

  • Modificações de comportamento

Técnicas de modificação de comportamento, incluindo tratamentos que utilizam estratégias cognitivo-comportamentais, podem ser úteis. Técnicas de modificação de comportamento ajudam a pessoa a desaprender comportamentos indesejáveis enquanto aprende comportamentos desejáveis.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS