honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Queloides

Por

Denise M. Aaron

, MD, Dartmouth-Hitchcock Medical Center

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

Os queloides consistem em formações de tecido fibroso, lisas, brilhantes, de cor de carne, que surgem numa zona lesionada ou sobre as cicatrizes cirúrgicas.

Os queloides consistem no crescimento excessivo de tecido cicatricial. Podem desenvolver-se nos meses posteriores a uma lesão. Podem ter altura de até 0,5 centímetro ou mais em relação à superfície da pele. Os queloides podem surgir após alguma lesão, incluindo incisões cirúrgicas e acne. São mais comuns em pessoas de pele escura e geralmente surgem no meio do tórax, nos ombros, na parte superior das costas e, às vezes, no rosto e nos lóbulos das orelhas. Ocasionalmente, podem surgir de maneira espontânea.

Os queloides são brilhosos, duros, lisos e um pouco rosados ou escuros. Os queloides não causam dor, mas podem coçar ou ser sensíveis ao toque.

Os queloides respondem mal à terapêutica, mas quando se aplicam injeções de corticosteroides todos os meses, é possível que diminuam.

O médico pode tentar a extração cirúrgica ou com laser, mas os queloides novos e maiores geralmente se formam na cicatriz decorrente do tratamento. Porém, injeções de corticosteroide antes e depois da cirurgia podem reduzir esse risco.

Tiras de silicone ou peças de compressão aplicadas nos queloides podem ajudar a prevenir sua reincidência. Medicamentos que modificam as ações do sistema imunológico (imunomoduladores), como o imiquimode, têm sido usados para prevenir o desenvolvimento ou a reincidência de queloides.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS