Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Introdução à hipersensibilidade e distúrbios inflamatórios da pele

Por

Julia Benedetti

, MD, Harvard Medical School

Última revisão/alteração completa set 2020| Última modificação do conteúdo set 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

O sistema imunológico desempenha um papel essencial na manutenção da saúde de todos os tecidos do corpo. O sistema imunológico reage a invasores, como micro-organismos, substâncias estranhas ou células cancerosas e desencadeia uma inflamação para atacar esses invasores. Geralmente, o sistema imunológico protege o organismo e ajuda na sua cura. No entanto, às vezes o sistema imunológico é direcionado erroneamente a tecidos saudáveis e causa inflamação e danos intensos. Hipersensibilidade (alérgica) e distúrbios inflamatórios da pele são causados por reações do sistema imunológico que envolvem a pele. Essas doenças incluem as seguintes:

A pele pode estar envolvida em uma série de reações do sistema imunológico, muitas das quais provocam erupções cutâneas. A palavra “erupção cutânea” se refere a alterações na cor (como vermelhidão) e/ou na textura (como caroços e inchaços) da pele. Muitas erupções cutâneas coçam, como as que surgem frequentemente após uma reação alérgica (de hipersensibilidade), mas algumas erupções são dolorosas ou não provocam nenhuma sensação. Às vezes, uma reação imunológica é desencadeada por substâncias que uma pessoa toca ou come ou por um medicamento que a pessoa toma; no entanto, os médicos muitas vezes não sabem por que o sistema imunológico reage causando uma erupção cutânea.

Algumas erupções cutâneas ocorrem com mais frequência em crianças, ao passo que outras ocorrem quase sempre em adultos.

O diagnóstico da maioria das erupções cutâneas de hipersensibilidade baseia-se no seu aspecto. Muitas vezes, a causa de uma erupção cutânea não pode ser determinada com exames de sangue, então geralmente eles não são feitos. No entanto, as erupções cutâneas persistentes, sobretudo as que não respondem ao tratamento, podem levar o médico a fazer uma biópsia da pele, na qual um pequeno fragmento da pele afetada pela erupção é colhido com um bisturi para ser examinado ao microscópio. Além disso, se o médico suspeitar que a causa é uma dermatite de contato podem ser realizados testes de contato (patch test).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS