Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Dor nociceptiva

Por

James C. Watson

, MD, Mayo Clinic

Última revisão/alteração completa out 2018| Última modificação do conteúdo out 2018
Clique aqui para a versão para profissionais

A dor nociceptiva é causada por uma lesão nos tecidos do corpo.

A maioria das dores é do tipo nociceptivo. Elas resultam da estimulação dos receptores da dor quando ocorrem lesões no tecido (nociceptores), que estão localizados na pele ou nos órgãos internos. A lesão pode ser uma ferida, contusão, fratura óssea, esmagamento, queimadura ou qualquer outro fator que lesione os tecidos.

A dor nociceptiva é, em geral, intensa, aguda ou latejante, mas pode ser leve. O bloqueio em um órgão interno geralmente causa dor profunda, cãibras e pode ser difícil de identificar a localização da dor. Mas quando determinados tecidos moles, como aqueles que circundam e envolvem órgãos internos, são danificados, a dor pode ser aguda e fácil de localizar.

A dor que surge depois de uma intervenção cirúrgica, sofrida por quase todas as pessoas, é de tipo nociceptivo. Trata-se de uma dor constante ou intermitente, que piora quando o paciente se movimenta, tosse, ri ou respira profundamente, ou até durante a troca de curativos cirúrgicos.

Grande parte da dor do câncer é de tipo nociceptivo. Quando um tumor invade ossos e órgãos, pode causar um ligeiro mal-estar ou uma dor intensa e constante. Alguns tratamentos para o câncer, como a cirurgia e a radioterapia, também podem provocar dor nociceptiva.

Analgésicos, incluindo opioides, são geralmente eficazes.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Punção lombar
Vídeo
Punção lombar
A medula espinhal é um feixe de nervos que percorre desde a base do cérebro por todas as costas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Coluna vertebral e medula espinhal
Modelo 3D
Coluna vertebral e medula espinhal

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS